Segunda, 27 Setembro 2021

Cesan é denunciada ao Ministério Público sobre água em Cedrolândia

Cesan é denunciada ao Ministério Público sobre água em Cedrolândia
A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) foi denunciada no Ministério Público Estadual (MPES) nesta sexta-feira (27), por meio de um Pedido de Providência com relação ao abandono da Estação de Tratamento de Água (ETA) do distrito de Cedrolândia, zona rural de Nova Venécia.



Mesmo sendo a responsável legal pelo serviço – o contrato com o Município foi assinado em 2009 e é válido por 30 anos –, a concessionária entregou o mesmo ao Comitê da Água de Cedrolândia (CAC), ligado à Associação de Moradores local, que, comprovadamente, não possui capacidade técnica de executá-lo.



Desde então, a água que chega às torneiras é de cor amarelo forte e gordurosa, impossível de ser consumida e mesmo para uso na lavagem de roupas, deixando as roupas manchadas definitivamente. A denúncia destaca o fato dessa mesma água seve à Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) local, causando grande preocupação com a saúde das mais de 200 crianças que ali estudam.



Além da contaminação da água, as instalações da ETA também apresentam graves problemas estruturais, constatados por vistoria da Defesa Civil de Nova Venécia, realizada no final de fevereiro de 2018.



No laudo, a Defesa Civil informa que “o reservatório de água oferece risco parcial à integridade física, à vida e ao patrimônio”, com “diversas patologias, como trincas e rede elétrica com avarias, colocando os operadores e moradores em risco”.



A ausência de tratamento de esgoto também é mencionada no Pedido de Providência, ao relatar que há anos foi iniciada a obra de um “pinicão” nas proximidades da escola, com a finalidade de ser realizado o tratamento de esgoto local, mas a obra não foi concluída, tendo sido abandonada.



O esgoto da comunidade, por isso, continua sem receber o devido tratamento, “sendo despejado no Rio Guararema que corre pelo Patrimônio”, rio este que “encontra-se poluído e morrendo”.



Apesar da precária situação do saneamento básico na comunidade, a Cesan “realizou investimento recente para melhorias no abastecimento em distritos de Muniz Freire, mas não contemplaram Cedrolândia” e, juntamente com a Prefeitura de Nova Venécia, buscou “parceria com a Caixa Econômica Federal, visando a captação de recursos no valor de R$ 8.735.020,38 para a conclusão da terceira e última etapa da obra de implantação do sistema de esgoto na sede do Município, mas Cedrolândia não foi contemplada”.





Recentemente, no dia 15 de abril, a comunidade realizou uma manifestação pacífica na sua praça central, e aguarda cumprimento de uma promessa feita pelo secretário de Educação, Arilso Teixeira Maria, em visita ao Patrimônio logo após o protesto, de que conseguiria uma agenda com o prefeito, Mário Sérgio Lubiana (PSB), o Barrigueira, para tratar do saneamento básico e também da precariedade do prédio onde funciona a Emef.



Diante do silêncio do Executivo, passados doze dias da promessa, uma nova manifestação foi realizada, desta vez na própria ETA. A comunidade ainda aguarda uma resposta. 


 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 27 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/