Dólar Comercial: R$ 5,31 • Euro: R$ 6,00
Quarta, 15 Julho 2020

Governo distribuirá 'cestas verdes' produzidas pela agricultura familiar

horta_agricultora_arquivo_pessoal Arquivo pessoal

Em evento online realizado na manhã desta quinta-feira (25), o governador Renato Casagrande (PSB) anunciou a criação do programa AlimentarES, que vai distribuir alimentos oriundos da agricultura familiar para pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade social por meio da articulação de uma rede intersetorial, que envolve diversos órgãos do poder público e a iniciativa privada.

O novo programa faz parte do ES Solidário, que aglutina os projetos de ajuda governamental a populações que estão tendo dificuldades pela perda de trabalho e renda decorrentes da pandemia. O AlimentarES tem coordenação do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e deve distribuir cerca de 5.500 "cestas verdes", como vêm sendo chamadas as doações que terão orientação nutricional e foco em alimentos saudáveis e que ajudem a fortalecer a imunidade, prevenir e combater a Covid-19 e as doenças respiratórias comuns com a chegada do inverno. As "cestas verdes" servirão de forma complementar a outras doações, já que as cestas básicas não costumam ter valor nutricional tão elevado.

A gerente de Assistência Técnica e Extensão Rural do Incaper, Jaqueline Sanz, que coordena o AlimentarES, explicou que o programa terá dois eixos de atuação. Um deles é uma campanha de conscientização com foco na educação alimentar e nutricional, informando a população por diversas mídias sobre a importância de uma alimentação saudável.

O segundo eixo diz respeito à entrega dos alimentos, que envolvem desde os aspectos da produção rural até a distribuição para quem mais precisa. A ideia do projeto, articulado pela vice-governadora Jaqueline Moraes (PSB), é ao mesmo tempo em que cuida da saúde das pessoas em situações de vulnerabilidade, poder fortalecer a produção no campo para pequenos agricultores, sem-terra, indígenas, quilombolas, pescadores e outros grupos.

Jaqueline Sanz, do Incaper, informou que será realizada uma reunião com movimentos sociais do campo, que estão convidados a integrar a rede.

A previsão é que as entregas tenham início em julho próximo e sigam até dezembro deste ano. Segundo a diretora do Incaper, a rede AlimentarES ainda busca novas parcerias com a iniciativa privada para ampliar o número de cestas e as quantidades de alimentos a serem distribuídos pelo programa no Estado.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários: 2

Elizeth dos Anjos em Sexta, 26 Junho 2020 14:26

O Governo não discute com o Controle Social, os conselhos são paritariosgoverno e sociedade civil, mas fica sabendo do projetos programas através da imprensa. Existe o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional, será que discutiu esse Alimentar ES?

O Governo não discute com o Controle Social, os conselhos são paritariosgoverno e sociedade civil, mas fica sabendo do projetos programas através da imprensa. Existe o Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional, será que discutiu esse Alimentar ES?
Daniela Meirelles em Segunda, 29 Junho 2020 10:11

Lamentavelmente este projeto não foi apresentado e debatido com o CONSEA/ES.

Lamentavelmente este projeto não foi apresentado e debatido com o CONSEA/ES.
Visitante
Quarta, 15 Julho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection