Dólar Comercial: R$ 5,62 • Euro: R$ 6,67
Terça, 27 Outubro 2020

MPA realiza encontro estadual para discutir soberania alimentar

Desta terça-feira (30), às 13 horas, até a quinta-feira (2), 350 camponeses e 150 trabalhadores da cidade e do campo do Espírito Santo estarão discutindo soberania alimentar. O evento será realizado no Centro Sindical Esportivo e Cultural dos Bancários,  na rua Ithobal Rodrigues de Campos, 125, próximo ao antigo terminal Bom Bosco, em Vitória.
 
Reafirmarão a necessidade de produzir alimentos de qualidade e colocá-los na mesa dos trabalhadores da cidade, reafirmando a estratégia da Aliança Camponesa e Operária.
 
Um dos coordenadores do Movimento dos Trabalhadores Rurais (MPA) no Espírito Santo, Leomar Lírio, informou que estarão em pauta debates sobre a conjuntura política e econômica do país e do Estado. Entre os temas, a alta do preço dos alimentos e a crise hídrica
 
Os pequenos e médios agricultores produzem hoje 70% dos alimentos consumidos no país, respondem por 77% da mão de obra no campo, e detêm o maior número de propriedades rurais.
 
Estas, entre outras, as razões pelas quais os camponeses se articularam, com o objetivo de discutir pautas de organização e reforçam a necessidade da produção de alimentos saudáveis, para a efetivação da soberania alimentar.
 
A organização dos trabalhadores, tanto dos camponeses como os da cidade, também será debatida, bem como o Plano Camponês, a comercialização de alimentos, a legislação sanitária, a organicidade do MPA e os encaminhamentos para o I Congresso Nacional do MPA.
 
“Pelo direito de produzir, comer e vender alimentos saudáveis”, é um dos lemas do MPA. No entanto, esta produção encontra entraves no momento da comercialização do excedente da produção, por meio do rigor excessivo de fiscalização, que não se molda às necessidades e à realidade da produção camponesa.
 
O camponês brasileiro, quando produz e processa de forma artesanal ou em maior escala nas agroindústrias familiares e cooperadas, se preocupa com as boas práticas de fabricação, uma vez que também tem como finalidade colocar na mesa do consumidor um alimento saudável e de qualidade. Parte de uma lógica de produção e controle que se inicia no manejo da terra, com o cultivo diversificado e sem agrotóxicos.
 
No evento dos próximos dias do MPA visa a preparação para o I Congresso Nacional do MPA, que será realizado no mês de outubro, entre os dias 12 e 16, em São Bernardo do Campo, São Paulo.
 
Um dos palestrantes do encontro no Espírito Santo será Mauro Luís Iasi, educador popular, cientista político, pesquisador, político e professor universitário brasileiro, filiado ao Partido Comunista Brasileiro (PCB). Doutor em história pela Universidade de São Paulo (USP), é  professor adjunto da escola de Serviço Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ. Também participa Humberto Ribeiro,  da coordenação nacional do MPA. 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 27 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection