Quarta, 27 Outubro 2021

Ação denuncia falta de políticas públicas de incentivo à agricultura familiar

doacao_alimento_FotoDivulgacao Divulgaçao

Como parte da programação da Jornada de Soberania Alimentar, realizada em todo o Brasil, o Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) doou 4,5 toneladas de alimentos para a Paróquia Santa Teresa de Calcutá, no Território do Bem, em Vitória. A iniciativa, segundo o coordenador do MPA, Leomar Lírio, além de um ato de solidariedade, busca denunciar o aumento da fome por falta de políticas públicas, como as de incentivo à agricultura familiar.

Divulgação

Leomar afirma que, entre as reivindicações dos trabalhadores rurais, está não somente o incentivo financeiro, mas também a criação e estruturação de canais de distribuição. "Não adianta incentivo financeiro sem canais de comercialização", aponta, destacando que o acesso ao financiamento muitas vezes esbarra na burocracia e que é preciso que os trabalhadores rurais possam ter contato direto com os consumidores para venda dos produtos.

O coordenador estadual do MPA diz que na Central de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa), por exemplo, o mercado é muito monopolizado. "Temos que vender para as grandes distribuidoras, que determinam o preço e vendem mais caro para o consumidor", expõe.

Leomar defende a criação de canais de venda direta para o cliente e estruturação dos canais que já existem. Alguns deles são as feiras, que deveriam receber maior investimento em infraestrutura. "Por que as pessoas preferem comprar em supermercado? Porque tem mais infraestrutura. As feiras deveriam ter estacionamento e banheiros", sugere.

Alimentos doados

Os alimentos doados para a paróquia, como legumes, verduras e frutas, foram arrecadados principalmente entre agricultores dos municípios de Domingos Martins, na região serrana; e São Gabriel da Palha, Águia Branca, Vila Valério, Pancas e São Mateus, no norte e noroeste do Espírito Santo.
Foto: Redes Sociais

Os produtos agrícolas doados serão utilizados na produção das marmitas distribuídas na Cozinha Solidária, que funciona na paróquia, além de destinados para kits que serão doados para famílias em vulnerabilidade social cadastradas na Campanha Paz e Pão, da Arquidiocese de Vitória.

O Território do Bem, como ressalta Leomar, foi escolhido porque o MPA nunca tinha feito uma ação desse tipo na região, e por já ter uma organização para a distribuição dos alimentos. C
om o retorno do Brasil ao Mapa da Fome, a Jornada de Soberania Alimentar, que acontece desde 2013, destaca a importância do incentivo à agricultura familiar para solucionar o problema.

A programação teve início nessa segunda-feira (11) e finda no próximo sábado (16). Nesta sexta-feira (15), haverá plenárias virtuais. No último dia da Jornada, será realizada uma palestra com o militante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile. As atividades serão transmitidas pelo canal do MPA no Facebook

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 27 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/