Quinta, 20 Janeiro 2022

Ranking aponta Cariacica como o município que menos investiu em saneamento básico

O novo ranking do Instituto Trata Brasil sobre o saneamento no Brasil aponta que o município de Cariacica é o que menos investiu no setor entre os quatro municípios capixabas analisados. Também foram estudados Vitória, Vila Velha e Serra. O levantamento avaliou as cidades que concentram maior parte da população do País e indica que quase a metade da população das 100 maiores cidades do Brasil ainda não conta com a coleta de esgotos. O que significa, segundo a pesquisa, que mais mais de 31 milhões de brasileiros moram em lugares onde o esgoto corre a céu aberto. Diariamente, diz o estudo, são despejados em torno de 8 bilhões de litros de fezes, urina e outros dejetos nas águas dos córregos, rios e mar. 



No município de Cariacica, segundo o Instituto, das 140.664 ligações de esgoto faltantes para a universalização do sistema, apenas 7.935 foram feitas, ou seja 6%, considerando os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A informação é que o município atende a apenas 20,19% da demanda de atendimento total de esgoto do município.

 

Em Vila Velha, das 86.692 ligações faltantes, foram feitas 8.324, enquanto o município da Serra fez 15.163 ligações das mais de 78 mil ligações faltantes para a universalização do sistema. Os municípios garantiram, respectivamente, 20,64% e 19,68% da demanda de atendimento total de esgoto em seus municípios.

 

Já o município de Vitória se destacou no estudo pelo investimento de 117% de sua receita em saneamento básico, atendendo 60,3% do indicador de atendimento total de esgoto. A cidade recebeu destaque por fazer todas as ligações faltantes de esgoto para a universalização dos servidos. A Capital lidera o ranking no que diz respeito à receita revertida em investimento, junto com Ribeirão das Neves (MG), Recife (PE), Teresina (PI), Praia Grande (SP) . Cidades que investiram acima de 80% de suas receitas na ampliação e melhorias do sistema de água e esgoto.

 

Em relação ao acesso à água tratada, o município de Vitória mais uma vez saiu na frente, cobrindo 100% do indicador de atendimento total. Em Vila Velha, esse percentual ficou em 99,1%, na Serra 99,31%, e em Cariacica 96,81%. Neste quesito, os municípios capixabas analisados ficaram dentro da média do País, onde o índice médio de atendimento da população com água tratada nas 100 cidades analisadas foi de 90,94%.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 20 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/