Quinta, 07 Julho 2022

Recicla Folia pede doação de fantasias de foliões após desfiles

reciclafolia_1_divulgacao Divulgação
Divulgação

Desde 2009, já virou uma tradição ao final dos desfiles das escolas de samba em Vitória a presença do Recicla Folia, projeto que recolhe no final do Sambão do Povo as fantasias de quem quer doá-las depois de cumprida a tarefa de representar sua escola. O projeto chega a sua 11ª edição em 2022, depois da suspensão dos desfiles no ano passado. Ao longo desse tempo, foram mais de 50 toneladas recolhidas pelo projeto e recicladas, evitando um grande problema que envolvia o entorno do Sambão do Povo, no bairro Mário Cypreste: o lixo acumulado nas vias públicas, terrenos baldios e pela Baía de Vitória, localizada às margens do sambódromo capixaba.

"Os materiais recicláveis utilizados nas fantasias são coletados para uso em produtos e atividades de projetos socioambientais. O que era visto como lixo, nos projetos são segregados e viram oportunidade de renda para artesãos organizados ao longo de todo o ano", conta Helena Amorim, uma das participantes do projeto, que o considera pioneiro e inspiração para outros carnavais, como do Rio de Janeiro.

Divulgação

O material coletado é destinado para diversas entidades, como grupos de teatro e cultura, escolas, equipamentos públicos como Caps, Cras e Cajuns, e outras iniciativas, chegando inclusive ao interior do Espírito Santo e outros estados como Minas Gerais.

Além da coleta e doação dos materiais, um ponto importante do Recicla Folia é a realização de oficinas de artesanato e reutilização dos materiais ao longo do ano, estimulando a criatividade e gerando renda para artesãos e artesãs de comunidades da região metropolitana da Grande Vitória. Depois das oficinas são feitos desfiles, apresentações e outras atividades culturais para apresentar os resultados.

Sendo assim, os pilares do projeto são: socioambiental, inclusão social, fortalecimento do trabalho artesanal e conscientização ambiental. "Vale ressaltar que o projeto busca despertar e unir a sociedade capixaba em prol da reciclagem de resíduos sólidos, usando como ferramenta a educação ambiental do lixo, despertando a conservação de nossas praias, manguezais e vias públicas de nossa cidade", diz Helena. Tarefa nada fácil, ela reconhece.

Apesar dos resultados obtidos em mais de uma década de atuação, Helena  reclama da falta de apoio governamental, principalmente estadual. Falta incluir as ações do Recicla Folia de forma oficial no Carnaval de Vitória, alega. "Toda estrutura física, logística de transporte e de gasto com pessoal para montagem de área de pré-armazenamento das fantasias, coleta e incentivo da doação das fantasias, lanches e outros, são gerenciadas pelo Grupo do Recicla sem apoio municipal ou estadual". Com esse apoio, ela acredita que o projeto poderia ir além do que já conseguiu alcançar.

Divulgação

Nem a pandemia, que suspendeu uma edição de carnaval e afetou durante dois anos o andamento das escolas, abalou o Recicla Folia. Sabendo da gravidade da situação sanitária, o projeto fez campanhas de conscientização, como a produção de máscaras com tecidos reaproveitados pelas artesãs e higienizados conforme as orientações oficiais, que foram distribuídas para a população. Outra parte da produção de máscaras foi vendida para grandes grupos empresariais do Estado, o que contribuiu para a doação de cestas básicas e produtos de limpeza e outros produtos de necessidade para artesãos.

Agora, o projeto volta às suas origens. O desfile de carnaval. Onde o glamour momentâneo vira descarte no final da avenida. Mas as fantasias são depois ressignificadas e ganham vida para além da festividade anual, sendo utilizada em novos lugares e outros eventos culturais.

As doações podem ser feitas no posto de coleta ao final do Sambão do Povo. Também pelos telefones e e-mails do Recicla Folia (3223-5680 ou 9846-4531 ou ) ou do Conselho Popular de Vitória (3222-8680 ou ). 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 07 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/