Terça, 28 Junho 2022

Representante Tupinikim leva demandas de Aracruz para novo titular da Sesai

Reginaldo Ramos MachadosesaiReproduçãoConass Reprodução/Conass
Reprodução/Conass

O presidente do Conselho de Saúde de Caieiras Velha, Renato Tupinikim, participou de uma reunião com o novo responsável pela Secretaria de Saúde Indígena (Sesai), Reginaldo Ramos Machado, para apresentar demandas da comunidade. No encontro, que ocorreu nesta quinta-feira (7), em Brasília, o indígena falou de problemas da saúde indígena de Aracruz, como a falta de infraestrutura das unidades de saúde.

Uma das demandas apresentadas foi referente às obras de reforma e ampliação das unidades de saúde das aldeias Caieiras Velha e Boa Esperança. No caso da unidade de Boa Esperança, a Sesai prometeu, no início do ano, a reconstrução do prédio em 2022. Já em Caieiras Velha um projeto de ampliação já foi elaborado, mas falta ser efetivado. "A gente está aguardando a aprovação e a liberação do recurso", explica o líder Tupinikim.

Renato conta que também fez questionamentos sobre os investimentos na infraestrutura da saúde local, relatando problemas como a falta de combustível para os transportes necessários. "O combustível hoje pra saúde não consegue chegar até o fim do mês. E não é só no Espírito Santo, é no Brasil todo (...) A proposta ainda era de reduzir motoristas, quando, na verdade, a gente precisa contratar mais motoristas para a saúde indígena", destaca.

O Tupinikim também cobrou mais atenção às emendas parlamentares que são destinadas a obras em comunidades indígenas. "Cobramos que, quando tiver alguma emenda, o secretário receba, que ele não negue, porque, a gente perdeu de receber, esse ano, uma emenda que teria que ter passado pela Sesai e o secretário anterior não aceitou", enfatiza.

A Sesai era gerida pelo coronel do Exército Robson Santos, exonerado na última semana. Reginaldo Ramos Machado, da mesma patente, foi nomeado para assumir o posto, mesmo sem ter experiência prévia conhecida com povos originários.

ATL e Saúde indígena

Renato, juntamente com mais de 100 Tupinikins e Guaranis de Aracruz, está em Brasília participando do 18º Acampamento Terra Livre (ATL), iniciado na última segunda-feira (4). A mobilização vai até o dia 14 de abril, com expectativa de reunir oito mil indígenas de diversas partes do Brasil.

Nessa terça (7), o coordenador da Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (Apoinme), Paulo Tupinikim, também participou de uma mesa de debates sobre o desmonte da saúde indígena no Brasil, área que também é alvo de denúncias recorrentes no Espírito Santo.

Em 2021, indígenas denunciaram a situação da unidade de Saúde de Caieiras Velha, que apresentava problemas como infiltrações no teto e nas paredes, além de pontos com mofo. Na unidade de saúde de Boa Esperança, denúncias apontavam para a presença de pontos de infiltração, telhado precário e falta de espaço.

Uma das propostas apresentadas pela comunidade para resolver esses e outros problemas da Saúde Indígena de Aracruz é a descentralização do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) de Governador Valadares (MG), responsável pelas comunidades indígenas de Minas Gerais e do Espírito Santo. No ano passado, profissionais de saúde e moradores denunciaram uma série de falhas no atendimento da saúde indígena do Espírito Santo, como a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPI's) e envio de máscaras vencidas pelo Dsei de Minas Gerais.

"A pandemia da Covid-19 reconfigurou o sistema de saúde, o que agravou uma saúde que já vinha fragilizada. Dentre a principal reivindicação de respeito à atenção dos povos indígenas, as reivindicações se deram igualmente para avaliação e troca de alguns coordenadores de Dsei, ampliação de contratação de médicos, frota de carros e medicamentos. O secretário se comprometeu a atender aos pleitos", diz uma nota da Apoinme publicada nas redes sociais. 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 28 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/