Sábado, 25 Junho 2022

Samarco requer licença para dragar área portuária na Ponta de Ubu, em Anchieta

A Samarco Mineração S.A tornou público nesta quinta-feira (13), que requereu ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a Licença de Instalação (LI) para dragar a área do seu Terminal Portuário, na Ponta de Ubu, em Anchieta, sul do Estado. Para isso, ela não precisará apresentar Estudo de Impacto Ambiental (EIA).



Conforme publicado pela mineradora, não foi determinado a execução do EIA, o que implicará em danos ao meio ambiente. O estudo é um documento técnico que prevê os impactos da atividade à região onde será feita a dragagem e também em sua área de entorno. Sem ele, o impacto não será constatado e nem mitigado. 
 
Em 2002, quando a empresa realizou uma de suas dragagens de manutenção do calado do seu Terminal Portuário em Ubu, a empresa poluiu as praias da região, conforme foi denunciado pelo Programa de Ação e Interação Ambiental (Progaia).
 
Na ocasião, a dragagem ocorreu com o objetivo de manter o porto com 18 metros de profundidade, mas depois as praias continuavam a receber sedimentos que deixavam as águas turvas e as areias pretas. Além disso, foi denunciado que a dragagem não foi comunicada à prefeitura de Anchieta nem à comunidade. 
 
 
O material havia sido retirado do fundo do mar e despejado a um quilômetro da praia, gerando protestos da comunidade local e dos pescadores prejudicados pelos sedimentos, que também foram despejados próximos às áreas de pesca da região. 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/