Quinta, 18 Agosto 2022

Segundo pesquisa, brasileiro se preocupa mais com questões sociais que ambientais

 

As questões ambientais preocupam pouco a população brasileira, segundo pesquisa do Programa Água Brasil, apresentada nesta quarta-feira (28) na Reviravolta Expocatadores 2012, realizada em São Paulo. No estudo, encomendado ao Ibope para medir o nível de consciência da população sobre práticas sustentáveis, apenas 7% dos entrevistados apontaram como principais problemas temas de meio ambiente, entre eles o aquecimento global e a contaminação de rios e mananciais.
 
As questões ambientais ficaram em penúltimo lugar, à frente apenas da economia global, citada por 2% dos entrevistados. Os temas mais frequentes foram saúde (70%), desemprego (53%), fome (50%), corrupção (42%) e educação pública (39%). A pesquisa, realizada em novembro de 2011 em todas as capitais e mais 73 municípios, ouviu 2002 pessoas.
 
Apesar disso, o estudo também traz resultados interessantes para a área do meio ambiente. O brasileiro demonstrou, por exemplo, ter disposição em participar de programas de coleta seletiva e de outras atitudes consideradas sustentáveis. Cerca de 34% dos entrevistados abririam mão de produtos, mesmo que a ação interferisse em sua comodidade, enquanto 33% declarou que exigiria dos fabricantes soluções para que os produtos tivessem menor impacto no meio ambiente.
 
Segundo a pesquisa, os brasileiros ainda têm muito desconhecimento sobre o ciclo da reciclagem e, principalmente, sobre a destinação correta do lixo. É baixo, também, o percentual de entrevistados que não comprariam materiais que não fossem recicláveis ou reutilizáveis: 23%.
 
Para o coordenador de Programa Educação para Cidades Sustentáveis da WWF Brasil, Fábio Cindrin Gama, ainda é necessária uma grande sensibilização para mudar a atitude do brasileiro em relação ao tema. Em entrevista à Agência Brasil, ele afirmou que ainda há esperança para a mudança. “A gente vai ter que sensibilizar muito toda a sociedade para que as pessoas assumam [a destinação correta do lixo] como um hábito e um dever de cidadão”, destacou.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 18 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/