Quinta, 26 Mai 2022

​Câmara de Vitória instaura CPI para apurar denúncias de irregularidades na Cesan

mesa_camara_vitoria_CreditosCMV CMV

Mais uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades da Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan) foi instaurada nesta segunda-feira (20), desta vez na Câmara de Vitória, por iniciativa do vereador Armadinho Fontoura (Podemos). O pedido foi homologado pelo presidente da Casa, Davi Esmael (PSD), logo depois de protocolado. A empresa já é investigada em outra CPI, na Câmara da Serra.

Nesta terça-feira (21), a comissão fará a primeira reunião a fim de montar o cronograma dos trabalhos, de acordo com o vereador Armandinho Fontoura, que aponta também irregularidades da Cesan em intervenções na malha de asfalto de Vitória, realizadas depois de reparos técnicos na tubulação de água.

"Vitória está ficando esburacada e vamos fiscalizar, sem pressão política, olhando também a qualidade das obras públicas realizadas na Capital, sobretudo a pavimentação no asfalto de baixíssima qualidade", explicou o vereador, que, na justificativa para o pedido de abertura da CPI, afirma que hás vazamento de esgoto na Praça dos Namorados, na Praia do Canto.

As irregularidades relacionadas em denúncias da comunidade, segundo o autor do requerimento, listam lançamento de esgoto em praias, cobrança de taxa de esgoto em regiões carentes da cidade e vazamento de esgoto em praias.

Assinaram o pedido de CPI, além de Armandinho Fontoura, os vereadores Leandro Piquet (Republicanos), Maurício Leite (Cidadania), André Brandino (PSC) e Gilvan da Federal (Patriota), que serão membros do colegiado, todos aliados do prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos), do campo de oposição ao governador Renato Casagrande (PSB).

A constituição da CPI, de acordo com comentários que correm nos bastidores, além dos aspectos técnicos, possui conotações político-eleitorais, que teriam levado o vereador Davi Esmael (PSD), ao ser indagado sobre a finalidade das investigações, a responder que a pretensão é investigar o governo do Estado por meio da Cesan. A fala foi feita rapidamente, quase ao final da sessão desta segunda-feira. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/