Quarta, 10 Agosto 2022

​Camila Valadão formaliza pré-candidatura à Assembleia neste domingo

camila_valadao_capa_suellen_suzano Suellen Suzano

Com um mandato sedimentado por projetos na área progressista e marcado pelo enfrentamento a ações extremistas do bolsonarismo e com forte apelo popular, a vereadora de Vitória Camila Valadão (Psol) oficializa sua pré-candidatura à Assembleia Legislativa neste domingo (15), às 15 horas, na Escola Geração, em Santa Lúcia.

A disputa ocorre com o partido de Camila, o Psol, em federação com a Rede Sustentabilidade, resultante de acordos no âmbito nacional, não muito bem visto pela base do partido. No Espírito Santo, a pré-candidatura do ex-prefeito da Serra, Audifax Barcelos, encontra resistência em setores do Psol. A vereadora tem mantido conversas nesse sentido e espera reajustar as diferenças, mesmo posicionamento da executiva estadual do partido, que classifica as conversas com  "amigáveis e respeitosas".  

Segunda vereadora mais votada em 2020 e primeira mulher negra eleita em Vitória, Camila é a candidatura prioritária do Psol este ano. Ela disputa uma cadeira de deputada estadual pela segunda vez, a primeira em 2018, quando obteve 16,8 mil votos, não se elegendo devido às barreiras do coeficiente eleitoral.

Durante o evento deste domingo, será lançado o portal de financiamento coletivo para viabilização da campanha eleitoral, modelo já usado em disputas anteriores. Em 2018, a iniciativa de Camila para levantar recursos foi a maior do Estado.


"Será um momento para compartilhar com todos que já acompanham nosso mandato na Câmara de Vitória e conhecem minha trajetória política que estou oficialmente pré-candidata a deputada estadual. Conseguimos chegar na Câmara da Capital e agora queremos ocupar com nossas ideias, sonhos e projeto político a Assembleia Legislativa. Vai ser um dia de celebrarmos os encontros com muito afeto, esperança e é claro, uma oportunidade de conversarmos sobre a política que queremos", afirma Camila Valadão.

Aos 37 anos, essa é a quinta vez que a assistente social Camila Valadão disputa uma eleição. Sua estreia foi em 2014, quando aos 29 anos, se candidatou ao Palácio Anchieta e, sendo a única candidata mulher, enfrentou nomes como Paulo Hartung (então do PMDB), Renato Casagrande (PSB) e Roberto Carlos (PT). Naquele ano, Paulo Hartung venceu o pleito ainda no primeiro turno e tornou-se governador do Espírito Santo.

Dois anos depois, a vereadora se candidatou por Vitória. Foi a quintas mais votada, mas sua chapa não alcançou o coeficiente eleitoral. Em 2018, ela disputou pela primeira vez a Assembleia Legislativa e conquistou mais de 16 mil votos, porém, sem alcançar o coeficiente, não se elegeu. A virada veio em outubro de 2020, com sua eleição para o cargo de vereadora da Câmara de Vitória. Com 5,6 mil votos, Camila foi a segunda mais votada da Capital, tornando-se a primeira mulher negra eleita em Vitória.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 2

Dejaime do rozario em Quarta, 11 Mai 2022 07:31

A exposição precose na politica da vereadora Camila Valadão, sem tirar o seu mérito pessoal, a fêz chegar á numeros consideraveis de eleitores para a sua eleição para vereadora e com chances de se tornar dep. Estadual.

A exposição precose na politica da vereadora Camila Valadão, sem tirar o seu mérito pessoal, a fêz chegar á numeros consideraveis de eleitores para a sua eleição para vereadora e com chances de se tornar dep. Estadual.
Breno em Segunda, 13 Junho 2022 09:55

vai tomar uma surra na urna!

vai tomar uma surra na urna!
Visitante
Quarta, 10 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/