Quinta, 07 Julho 2022

Candidato a vereador é preso por tráfico em Marataízes

A Polícia Civil realizou uma operação contra o tráfico de drogas no município de Marataízes, no sul do Estado, nesta quarta-feira (5). Foram presas durante a operação sete pessoas, mas o que chamou a atenção é que entre os detidos está o candidato a vereador pelo PV, Luiz do Pontal.



Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança, o candidato, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), se identifica como comerciante, mas faz parte de uma rede de tráfico.



Este é mais um episódio que desgasta a imagem política do município, sobretudo no que se refere aos vereadores. Recentemente, o Tribunal de Justiça suspendeu a lei municipal aprovada pela Câmara de Marataízes que prevê reajustes anuais dos subsídios dos vereadores pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). A decisão também derruba o pagamento de 13º salário e verba extra, de R$ 3,5 mil, para o presidente da Casa.



O Ministério Público apontou a inconstitucionalidade, uma vez que o teto máximo para vencimentos de vereadores em municípios com população inferior a 50 mil habitantes, caso de Marataízes, está limitado em 30% dos salários dos deputados estaduais, que recebem cerca de R$ 20 mil.



No ano passado, a Câmara ganhou manchetes por conta da participação dos nove vereadores – a partir de 2013 serão 13 – em um curso em Porto Seguro, na Bahia, durante o Carnaval.


 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 07 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/