Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Quinta, 21 Janeiro 2021

Candidatos derrotados no segundo turno publicam mensagens nas redes sociais

fabioduarte_segundoturno_redessociais Redes sociais
Derrotados nas eleições deste domingo (29), os candidatos às prefeituras de Vitória, João Coser (PT); de Vila Velha, Max Filho (PSDB); da Serra, Fábio Duarte (Rede); e de Cariacica, Célia Tavares (PT), publicaram mensagens nas redes sociais sobre a participação e resultado no pleito deste ano.

Coser, que perdeu para o Delegado Pazolini (Republicanos), agradeceu "aos mais de 70 mil cidadãos de Vitória que acreditam no nosso projeto" e ressaltou: "Eu e Jackeline [Rocha] quero reafirmar meu compromisso com a cidade, apresentei o programa de governo, tive a oportunidade de fazer comparações, e a cidade escolheu um caminho legítimo da democracia. Fico triste porque acho que nosso projeto era muito melhor, mas agora vamos torcer para que o prefeito eleito possa conduzir a cidade de forma clara e que a gente possa ter um futuro melhor. Sou um torcedor da cidade, a eleição acabou e agora é pedir a Deus que nos ilumine".

Em Vila Velha, o prefeito Max Filho (PSD), que teve a maior distância de votos do primeiro colocado, Arnaldinho Borgo (Podemos), publicou: "Eu só tenho a agradecer a Deus e ao povo de Vila Velha por terem me dado, por três vezes, a tarefa de ser o prefeito da minha amada cidade. E tenho um agradecimento todo especial a fazer aos eleitores e aos companheiros dessa jornada. Desta vez, o povo e meu Deus quiseram que eu trilhasse outros caminhos. Aceito e sou grato. Reafirmo o meu compromisso com a democracia e transmito aos meus amigos eleitores e companheiros que firme está o meu coração. Não me guio pelas circunstâncias adversas, pois sou um homem que anda pela fé.
Muito obrigado!".

Já na Serra, Fábio Duarte, candidato do prefeito Audifax Barcelos (Rede), grupo que rivaliza com o eleito, Sérgio Vidigal (PDT), há 24 anos, manteve o tom de acirramento mesmo após o final do pleito. Ele disse que "decisão judicial e vontade do povo são duas coisas que não se questiona" e que "foi uma campanha difícil, muito curta, com várias restrições em função da pandemia, além das fake news que o deputado usou com muita força". O vereador repetiu críticas às pesquisas, o que justificou como outra dificuldade: "flagramos alguns institutos nas ruas abordando cabos eleitorais do concorrente, isso evidentemente influenciou no resultado final. De qualquer forma, o importante é que essa foi a decisão da população e só me cabe desejar que o vencedor faça uma boa administração. Se ele conseguir realizar um terço das promessas que fez na campanha, a Serra será beneficiada, isso é o que importa. Vida que segue".

Célia Tavares, apoiada pelo ex-prefeito e deputado federal Helder Salomão (PT), também se manifestou. "Agradeço aos cariaciquenses que confiaram no nosso projeto e reafirmo meu compromisso com a nossa cidade. Vamos seguir firmes trabalhando pela nossa gente. Não ganhamos as eleições, mas tivemos uma vitória política em Cariacica". Ela também reforçou as críticas a Euclério. "Ao contrário do nosso adversário, que nos atacou com fake news durante todo segundo turno, nós fizemos uma campanha propositiva, dialogando com o município, sem ataques e mentiras. Apresentamos o melhor projeto para tirar Cariacica do abandono. Desejo que o novo governo consiga devolver a esperança ao nosso povo, que não merece o abandono a que está submetido".

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 21 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection