Quarta, 10 Agosto 2022

Contarato e Casagrande se reúnem com dirigentes, mas ajuste final fica para depois

contarato_casagrande_leonardo_sa Leonardo Sá

Maior participação no governo e na chapa de senador ou de vice-governador foram os pontos principais da mesa de negociação entre as cúpulas do PT e PSB, realizada no final da tarde terça-feira (5), de forma online, com a presença dos presidentes nacionais das duas legendas, Gleisi Hoffmann e Carlos Siqueira, respectivamente, e os dirigentes estaduais, Jackeline Rocha e Alberto Gavini. 

O tom da reunião, com a presença do governador Renato Casagrande (PSB), candidato à reeleição, e do senador Fabiano Contarato (PT), praticamente cancelou a pré-candidatura do petista ao governo, aprovada pela militância e o diretório local. Também participaram o deputado federal Helder Salomão e a deputada estadual Iriny Lopes, ambos do PT.

Essa decisão final, porém, deverá ser formalizada em uma próxima reunião, na semana que vem, quando os dois partidos já terão ajustado nomes para o Senado e o vice na chapa de Casagrande.

Contarato expôs seu desejo de disputar o governo, mas entende que os dois partidos têm que estar alinhados na campanha de eleição do ex-presidente Lula, que lidera as pesquisas para derrotar Jair Bolsonaro. Os dois políticos devem ampliar os esforços a fim de formalizar a aliança no Espírito Santo, como tem sido defendido também em outros estados, como São Paulo e Rio Grande do Sul.

A pré-candidatura de Contarato foi selada há um mês e reforçada nesse sábado (2), mais uma vez empurrada pela militância e os movimentos sociais, com o apoio do diretório estadual, cujo relacionamento com Casagrande é conflituoso, embora respeitoso. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 3

Walter em Quarta, 06 Julho 2022 20:20

Contarato tá novamente fazendo jogo de cena pra sair por cima como vítima dentro desta geopolítica no ES. Ele sabe que o povo tá doido pra falar umas verdades sobre o fato de ter traído quem votou nele, assim como eu, aí fica disfarçando pra depois dizer que não foi candidato porque Renato não deixou. Falsidade pura.

Contarato tá novamente fazendo jogo de cena pra sair por cima como vítima dentro desta geopolítica no ES. Ele sabe que o povo tá doido pra falar umas verdades sobre o fato de ter traído quem votou nele, assim como eu, aí fica disfarçando pra depois dizer que não foi candidato porque Renato não deixou. Falsidade pura.
Denaime do rozario em Quinta, 07 Julho 2022 08:44

Eu vejo que em 2026, é quando vence o mandato do contarato que deve sido negociado nos bastidores a garantia da sua reeleição ao senado, mas tal fato, pode não acontecer em 2026, pois a sua rejeição poderá aumentar com o tempo.

Eu vejo que em 2026, é quando vence o mandato do contarato que deve sido negociado nos bastidores a garantia da sua reeleição ao senado, mas tal fato, pode não acontecer em 2026, pois a sua rejeição poderá aumentar com o tempo.
Edivaldo Machado Lima em Quinta, 07 Julho 2022 15:58

Cantarato, foi eleito Senador pela REDE, pegou a onda 'ANT PT' e se deu bem...... Agora, ser eleito Governador por outro partido 'PT', querendo de novo surfar na LULA ! ? ... Lembre-se, muitos que votaram em Cantarato em 2018, NÃO votam mais.

Cantarato, foi eleito Senador pela REDE, pegou a onda 'ANT PT' e se deu bem...... Agora, ser eleito Governador por outro partido 'PT', querendo de novo surfar na LULA ! ? ... Lembre-se, muitos que votaram em Cantarato em 2018, NÃO votam mais.
Visitante
Quarta, 10 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/