Segunda, 18 Outubro 2021

Concurso de Vila Velha será homologado parcialmente

max_filho_leonardo_sa-9000 Leonardo Sá

O prefeito de Vila Velha, Max Filho (PSDB), comunicou na noite desta segunda-feira (10), a homologação dos concursos da educação, administrativo e do quadro funcional do Instituto de Previdência de Vila Velha (IPVV), realizados em fevereiro e março deste ano. Em live nas redes sociais, ele explicou que a homologação é parcial, somente para os cargos dos editais dois e três que não precisam de prova prática, uma vez que essa fase da seleção ainda não foi concluída; e para o edital quatro, correspondente ao quadro funcional do IPVV. A homologação, garante o prefeito, sairá no Diário Oficial desta terça-feira (11). A PMVV já havia homologado o concurso para a área da saúde.

De acordo com o secretário de Administração, Rafael Gumiero, entre os cargos do edital dois, da área da educação, que não foram homologados, estão professor de educação especial com foco em deficiência visual, tradutor e intérprete de libras, além de tradutor e intérprete de libras e língua portuguesa. Já entre os da área administrativa, estão auxiliar de secretaria e secretário escolar. 

Max Filho lembrou que foi enviado para a 15ª Promotoria de Vila Velha um plano de aplicação para as provas práticas. Segundo ele, a 15ª Promotoria encaminhou para a 5ª Promotoria de Justiça Cível, que trata da saúde, e para a 14ª Promotoria, responsável pela área da educação. O prefeito afirma que espera resposta para aplicação da prova prática. No que diz respeito especificamente ao cargo de analista de políticas públicas e gestão, a PMVV garante que oferecerá o curso de formação online, que faz parte da prova prática, mas ressaltou que também é preciso, ainda, fazer uma prova presencial. 

O plano foi elaborado, segundo a prefeitura, pelo Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade), responsável pela elaboração e aplicação das provas, e contém número de candidatos que precisam prestar as etapas restantes, dias e horários de aplicação de provas, e número máximo de pessoas por sala, levando em consideração as normas de segurança e orientação dos órgãos sanitários em decorrência da pandemia do coronavírus.

O grupo de aprovados no concurso, que conta com cerca de 260 pessoas, afirma que a homologação parcial é uma grande vitória. "Garante que teremos prioridade na contratação, não quem participou de processos seletivos. Queremos que ele faça valer sua palavra de que vai dar o curso de formação online para o cargo de analista de políticas públicas e que a prova prática seja feita assim que o Ministério Público der o retorno", dizem os aprovados. 

Eles destacam ainda que os concursados são quem darão continuidade à oferta de serviços com a transição de governo. "A prefeitura inaugurou escolas, unidades de saúde e serviços de assistência social. Os concursados trabalharão nesses locais", afirmam.

O grupo se mobilizou nas redes sociais e por meio de denúncias no Ministério Público para que o concurso fosse homologado até o dia 15 de agosto, devido aos prazos do calendário eleitoral deste ano. Caso a prefeitura não homologasse até essa data, poderia acontecer somente em março de 2021, na próxima gestão municipal, sem nenhuma garantia de que seria dado prosseguimento ao processo, caso Max Filho não seja reeleito, como aponta o grupo.  

O concurso ofertou 1.423 vagas para ensino médio e superior nas áreas de Saúde, Educação, Administrativo e para ingressar no quadro funcional do Instituto de Previdência. Das vagas, 564 foram para cargos de nível médio e 859 para nível superior, entre eles, professores, pedagogos, médicos, enfermeiros, dentistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos, nutricionistas, administradores, contadores, arquitetos, engenheiros, arquivistas e advogados.

A defasagem no quadro funcional, hoje, é de 4 mil servidores, como aponta o Sindicato dos Servidores Públicos de Vila Velha (Sinfais).

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 1

Kátia corteletti Gonçalves dos anjos em Segunda, 10 Agosto 2020 22:25

Falta agora a nomeação da saúde! Chamaram processo seletivo e não chamaram os candidatos aprovados na área de saúde!

Falta agora a nomeação da saúde! Chamaram processo seletivo e não chamaram os candidatos aprovados na área de saúde!
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/