Quinta, 26 Mai 2022

Enivaldo reúne prefeitos e defende que vice de Casagrande seja da região norte

enivaldo_dos_anjos_pmbsf PMBSF

Conhecido como bom articulador político, o prefeito de Barra de São Francisco, Enivaldo dos Anjos (PSD), se movimenta para reforçar a reeleição do governador Renato Casagrande (PSB), desde que encerrou o último mandato de deputado estadual, quando atuou como líder do governo de Casagrande e, ao mesmo tempo, manteve-se no centro do cenário eleitoral. Nesta segunda-feira (17), ele anunciou que o candidato vice na chapa de reeleição deve ser da região norte. 

Enivaldo já agendou para o dia 4 de fevereiro, uma sexta-feira, às 10 horas, a primeira reunião de lideranças políticas do noroeste do Estado quando vai fazer essa proposta, como parte do apoio à reeleição. Cumpre, dessa forma, a afirmação que fez no Palácio Anchieta, no encontro de prefeitos, no início deste mês. 

"O governador é do Sul do Estado e sua atual vice é da Grande Vitória. Chegou a nossa hora. Nada mais justo que a região Norte, que é o segundo maior colégio eleitoral do Estado, atrás apenas da Grande Vitória, e onde o governador sempre teve significativo reduto de votos seja, agora, contemplado com a indicação do vice na chapa", disse Enivaldo.

O movimento que começa a ser feito pelo prefeito de Barra de São Francisco faz lembrar algo semelhante que aconteceu há mais de 30 anos, quando ele liderou uma frente municipalista que acabou por eleger Albuíno Azeredo como governador. Naquela ocasião, a reivindicação era a mesma e acabou resultando na indicação do ex-prefeito de Nova Venécia, Adelson Salvador.

Como principal razão apresentada por Enivaldo para que o vice-governador seja do Noroeste é que seja uma pessoa que, depois de eleita, venha a trabalhar pela consolidação do boom econômico que está sendo projetado para a região.

"Queremos um vice-governador que, uma vez eleito, trabalhe pela consolidação do corredor logístico que integrará o Norte do Espírito Santo ao Leste de Minas e ao Centro-Oeste do Brasil, implementando a nossa economia. Queremos que por aqui passe a produção industrial, mineral e de grãos dessa imensa região. Com esse corredor logístico, nossa agricultura poderá se desenvolver pela garantia de que haverá condições de escoar para os grandes centros consumidores a fretes muito mais baratos. O futuro do Espírito Santo está no Norte e isso precisa ser visto e defendido", disse Enivaldo.

O prefeito lembrou ainda da necessidade de qualificação da BR 381 em seus primeiros 300 quilômetros, entre São Mateus e Governador Valadares, que atualmente são estadualizados: "Queremos ainda a duplicação da BR 381, entre São Mateus e Governador Valadares, conforme proposto no projeto já apresentado por um deputado federal de Minas e outro do Espírito Santo, para que esse trecho seja integrado à rede rodoviária federal para efeito de duplicação e privatização. Tudo isso vai alavancar os projetos privados do Norte do Estado".

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/