Terça, 16 Agosto 2022

Eventos em Vitória no dia 11 fazem a leitura da 'Carta pela Democracia'

ufes_leonardo_sa-1070 Leonardo Sá

Como nas principais cidades brasileiras, o "Ato pela Democracia" será realizado em Vitória, na próxima quinta-feira (11), em dois eventos onde será lida a "Carta aos Brasileiros e Brasileiras", documento que começou com a assinatura de três mil pessoas, entre banqueiros, empresários, juristas, atores e diversas outras personalidades, e tem acumulado adesões desde que foi aberto ao público, no último dia 26, já passando das 750 mil assinaturas.

A iniciativa, da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), é suprapartidária e critica, sem mencionar o nome do presidente, os ataques contra o processo eleitoral, alvo de críticas de Jair Bolsonaro (PL), acompanhadas de ameaças a um golpe de estado.

O primeiro evento será realizado na praça Costa Pereira, Centro de Vitória, a partir das 10 horas, e outro em frente à escadaria do teatro da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), às 16 horas, em Goiabeiras. 

A carta não cita nomes, mas deixa claro de que se trata de uma referência às ameaças de golpe do presidente. Um dos trechos afirma: "Ataques infundados e desacompanhados de provas questionam a lisura do processo eleitoral e o estado democrático de direito tão duramente conquistado pela sociedade brasileira. São intoleráveis as ameaças aos demais poderes e setores da sociedade civil e a incitação à violência e à ruptura da ordem constitucional".

Atos com a leitura da carta movimentam vários setores contrários ao governo Bolsonaro, sendo os dois maiores os de São Paulo e Rio de Janeiro. A carta também serve de inspiração a iniciativas semelhantes. A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) anunciou a elaboração de uma carta, que será divulgada no período da posse dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 16 de agosto, e Rosa Weber, na presidência da Suprema Corte, em 12 de setembro.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) já assinou o documento, intitulado "Em Defesa da Democracia e da Justiça", que não contou com a adesão do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio-SP) também anunciou apoio ao manifesto da Fiesp. No Espírito Santo, as Federações das Indústrias (Findes) e do Comércio (Fecomércio), procuradas, não se pronunciaram.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 4

Giovanni Livio em Sábado, 06 Agosto 2022 10:16

Tods devemos estar nesse ato. Democracia sempre.

Tods devemos estar nesse ato. Democracia sempre.
Bezerra em Sábado, 06 Agosto 2022 12:49

Ato pró Luladrão travestido de luta pela democracia. Será que vcs não percebem que o povo não é mais idiota e que essa babaquice não cola mais. Preciso desenhar ?

Ato pró Luladrão travestido de luta pela democracia. Será que vcs não percebem que o povo não é mais idiota e que essa babaquice não cola mais. Preciso desenhar ?
MACIEL SALAZAR BOGHI em Sábado, 06 Agosto 2022 18:25

Ato destes pseudos estudantes profissionais esquerdopatas e PTralhas.vai dar meia duzia de caraminguados fumadores de drogas.

Ato destes pseudos estudantes profissionais esquerdopatas e PTralhas.vai dar meia duzia de caraminguados fumadores de drogas.
Gerson Abarca em Terça, 09 Agosto 2022 08:46

Como faço para receber notícias deste veículo on line?

Como faço para receber notícias deste veículo on line?
Visitante
Terça, 16 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/