Terça, 16 Agosto 2022

Federações partidárias tendem a ampliar bancada da esquerda na Assembleia

coser_netobarros_camilavaladao_leosa_redessociais Leonardo Sá/Redes sociais
Leonardo Sá/Redes sociais

A federação partidária firmada para as eleições de outubro entre o PT, PCdoB e PV, terá o maior espaço para formação de chapa à Assembleia Legislativa destinada ao PT, pelo fato de ter mais filiados e receber a maior fatia do Fundo Eleitoral. O cenário abre a perspectiva de eleger pelo menos dois representantes do partido, número cuja tendência é de crescimento se consideradas as outras duas legendas. Já a federação Psol-Rede deve eleger pelo menos um candidato, avaliam lideranças políticas, ampliando a bancada de partidos progressistas no legislativo estadual.

O ex-prefeito de Vitória e ex-deputado federal João Coser (PT), o ex-prefeito de Baixo Guandu, Neto Barros (PCdoB) e a vereadora de Vitória Camila Valadão (Psol) são nomes considerados prioritários nas articulações de seus partidos, por conta de mandatos bem avaliados.

As projeções no mercado político indicam ainda, no PT, boas perspectivas para a deputada Iriny Lopes, candidata à reeleição, o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fataes), Júlio Mendel, e os professores Roberto Carlos e Maurício Abdala. No PV, o nome é Alexandre Bastos, ex-vereador de Cachoeiro de Itapemirim, sul do Estado.

Do lado do Psol, que fechou federação com a Rede em meio a ruídos por conta da rejeição ao pré-candidato ao governo do Estado, Audifax Barcelos (Rede), o destaque é a vereadora Camila Valadão, a segunda mais votada nas últimas eleições à Câmara e que cumpre um mandato superando as expectativas. Lideranças dos dois partidos buscam reajustar as articulações, a fim de cumprir as exigências estipuladas para a formação de uma federação, que devem vigorar durante quatro anos.

Nesta sexta-feira (6), Camila confirmou que concorrerá à Assembleia Legislativa, desfazendo rumores de que disputaria a Câmara Federal. "Vou concorrer para a Ales [Assembleia Legislativa]", disse, anunciando o lançamento da pré-candidatura para o próximo dia 15, a partir das 15 horas, na Escola Geração, no bairro Santa Lúcia, em Vitória.

Já a Rede aposta em conhecidos políticos do município da Serra, o ex-candidato a prefeito em 2020, Fábio Duarte, e o ex-vereador Guto Lorenzoni, além do ex-vereador de Vitória Roberto Martins e a vereadora de Linhares Therezinha Quartel. A meta da legenda é fazer duas cadeiras, o que supera a previsão comentada no mercado político até agora.

Federação

Cada partido político ou federação no Espírito Santo só poderá lançar 31 candidatos a deputado estadual nas eleições de 2022, uma redução de cerca de 50% dos 60 concorrentes registrados em 2018, e 11 para a Câmara Federal, ao invés dos 20 que entraram na disputa neste mesmo ano. Os números são decorrentes das regras fixadas no novo Código Eleitoral, aprovado no final de setembro do ano passado, que criou as federações partidárias.

A federação, uma aliança partidária com duração de quatro anos e não apenas uma coligação durante as eleições, obriga aos partidos a ter uma relação mais próxima, possibilitando acesso ao fundo eleitoral e tempo de TV. As siglas menores, como PCdoB e PV, serão beneficiadas e escapam da ameaça de serem extintas por não ultrapassarem a chamada cláusula de barreira, que mede o percentual de votos e nível de representatividade na Câmara dos Deputados.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 5

Lirio Guterra em Segunda, 09 Mai 2022 10:37

Pra quebrar essa banca, vou com Maurício Abdalla

Pra quebrar essa banca, vou com Maurício Abdalla
Evaristo Almeida em Segunda, 09 Mai 2022 10:44

Meu voto será para o Professor Maurício Abdalla - PT. Faz tempo que não temos um representante com tantas características como as dele. Intelectual orgânico, próximo dos movimentos sociais, com formação acadêmica e histórica na luta por uma sociedade mais justa e fraterna.

Meu voto será para o Professor Maurício Abdalla - PT. Faz tempo que não temos um representante com tantas características como as dele. Intelectual orgânico, próximo dos movimentos sociais, com formação acadêmica e histórica na luta por uma sociedade mais justa e fraterna.
WANA MARIA ROCHA em Segunda, 09 Mai 2022 13:50

Votarei em Maurício Abdalla por considerar sua candidatura uma renovação e por conhecer seu histórico de lutas junto aos movimentos sociais e Comunidades Eclesiais de Base.

Votarei em Maurício Abdalla por considerar sua candidatura uma renovação e por conhecer seu histórico de lutas junto aos movimentos sociais e Comunidades Eclesiais de Base.
Breno em Terça, 10 Mai 2022 07:06

Esquerda comigo não tem vez, essa gente apresenta tudo de ruim que existe no mundo! o demônio domina a esquerda

Esquerda comigo não tem vez, essa gente apresenta tudo de ruim que existe no mundo! o demônio domina a esquerda
Almir Forte em Terça, 05 Julho 2022 17:29

Meu voto será para Neto Barros, PC do B.

Meu voto será para Neto Barros, PC do B.
Visitante
Terça, 16 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/