Quinta, 27 Janeiro 2022

​Grupo político assume Prefeitura de São Mateus e altera articulações no norte

ailton-caffeu Redes sociais

Não é só a busca por uma solução para a questão de abastecimento de água em São Mateus (norte do Estado), como foi divulgado, o encontro do prefeito em exercício, Ailton Cafu (Cidadania), empossado no último domingo (3), com o governador Renato Casagrande (PSB), que ocorreu nesta quarta-feira (6), no Palácio Anchieta.

O que está em jogo, na realidade, é o controle político do norte do Estado, com vistas às eleições de 2022, abalado com a prisão do prefeito eleito, Daniel Santana, o Daniel da Açaí (sem partido), no último dia 28, dois dias depois da visita do governador à cidade que anunciou investimentos em obras no valor de R$ 17 milhões. A prisão do prefeito eleito, motivada por denúncias de fraude em licitações públicas, ocorreu em uma operação da Polícia Federal.

À festa promovida na véspera da prisão de Daniel do Açaí compareceram, além de Casagrande, vários secretários de Estado, a vice-governadora, Jacqueline Morais (PSB), e deputados estaduais e federais, que foram recepcionados pelo então prefeito. O encontro desta quarta-feira passa por uma demonstração de alinhamento com o governo, afirmam lideranças políticas do município.

Ex-vereador com atuação política bastante discreta, o prefeito em exercício passou a adotar uma postura que fortalece a movimentação regional visando a reeleição de Casagrande em 2022, tendo à frente o deputado estadual Eustáquio de Freitas (PSB) e posição de destaque do presidente da Câmara, Paulo Fundão (PP), nas tratativas com outras lideranças locais.

De outro lado, o encontro com Casagrande esfria as ações desenvolvidas na região pelo presidente da Assembleia, Erick Musso (Republicanos), sinalizado como força política contrária ao governo e ligado ao ex-governador Paulo Hartung (sem partido), segundo o mercado político. De volta aos bastidores da política eleitoral no Estado, o ex-governador é apontado como pré-candidato ao Senado ou ao governo do Estado nas eleições gerais de 2022.

Acompanharam o prefeito no encontro com o Casagrande nesta quarta-feira, além de Paulo Fundão e o deputado Freitas, articulador do encontro, e o segundo secretário da Câmara, Delermano Suim (Patri). Freitas gravou até um vídeo cujo conteúdo visa gerar capital político para as eleições, a fim de dar musculatura à sua pretensão de disputar uma vaga na Câmara Federal.

O parlamentar contabiliza duas derrotas consecutivas nas urnas: em 2016, para Daniel do Açaí na disputa à Prefeitura de São Mateus, e em 2018, quando ficou na suplência de deputado estadual. Aliado do governador Renato Casagrande, assumiu uma vaga na Assembleia Legislativa em 2019, aberta com a indicação do deputado eleito Bruno Lamas para a Secretaria de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades). Depois, Lamas retornou à Casa para a disputa de 2020-, e Freitas perdeu a cadeira, retomando-a no início deste ano, com a eleição de Euclério Sampaio (DEM) à Prefeitura de Cariacica. 

Na operação que resultou na prisão de Daniel da Açaí, também foram detidos o operador João de Castro Moreira, e mais quatro empresários - Edivaldo Rossi da Silva, Yosho Santos, Gustavo Nunes Massete e Caio Faria Donatelli -, além da controladora do município e a chefe de gabinete, Luana Zordan Palombo.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 1

Agmarcarioca amigo do mito em Sábado, 09 Outubro 2021 17:55

Consulta como governar o melhor politico capixaba Sergio Meneguelli

Consulta como governar o melhor politico capixaba Sergio Meneguelli
Visitante
Quinta, 27 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/