Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Quarta, 03 Março 2021

'Impeachment Já' rejeita Mourão e ressalta que a luta vai além do 'Fora Bolsonaro'

andre_primo_leonardo_sa_redes_socias Leonardo Sá/Redes sociais
Leonardo Sá/Redes sociais

Organizadores e participantes da carreta realizada neste sábado (23) na Grande Vitória em defesa do impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que ocorreu em diversas cidades brasileiras, reafirmaram neste domingo (24) a aceitação de movimentos da direita insatisfeitos com o atual governo, rejeitaram a perspectiva de ter o vice-presidente, Hamilton Mourão, ocupando o cargo e ressaltaram que a pauta vai além do "Fora Bolsonaro". Para eles, passa pela reconstrução do país, com o retorno dos direitos sociais e uma política de desenvolvimento nacionalista. 

"Esse é o primeiro sinal e não foi só aqui. Talvez tenha outros movimentos, do pessoal da direita que é responsável por Bolsonaro que quer se manifestar contra ele. Isso é muito bom, para retirar esse câncer que foi colocado num governo, que só tem uma pauta ideológica e não sabe o que fazer com as pessoas que estão morrendo asfixiadas pela Covid", diz o advogado André Moreira, um dos organizadores do movimento "Impeachment Já".

Na mesma linha, o administrador de empresas Rafael Primo, idealizador da Aliança Progressista, afirma: "A carreata foi uma centelha. Agora é que o fogo vai pegar. Esse é o sentimento de uma sociedade, com as pessoas insatisfeitas com o governo federal – e não importa se você é de esquerda, direita ou liberal, com certeza, as pessoas que se você tem apreço estão morrendo. É uma ingerência completa que está acontecendo no Brasil e isso afeta a todos os cidadãos".

Para André Moreira é " hora de a gente juntar, inclusive o pessoal da direita. Cada um com suas pautas, com suas bandeiras, mas juntos no fora Bolsonaro. É preciso agora que esse movimento cresça, pois o Congresso só recebeu esse primeiro sinal". Rafael Primo entende que " direita, esquerda, centro ... hoje a sociedade sente como um todo os desmandos e os erros das execuções do governo federal".

Ele ressalta que "assim como Jair Bolsonaro não é preparado nem para gerenciar uma quitanda, quem dirá para decidir os rumos do país, Mourão não se mostra com essa capacidade. Contudo, um vice-presidente assumindo o posto após o impedimento do titular vai provocar uma falta de força política que evitará algumas atitudes e atrocidades que o governo federal tem cometido até aqui".

Rafael Primo acrescenta que "existe uma parcela da sociedade, próximo de 20 a 22%, que apoia o presidente incondicionalmente porque ele sustenta muitas pautas morais controversas, das quais essas pessoas eram adeptas, mas não tinham como se declarar". Essas pessoas, prossegue Primo, "precisam de alguém que sustente essas pautas e por isso ignoram a incapacidade de gestão do presidente. Tirando isso, todo mundo tem interesse no impeachment". 

Já André Moreira, ainda surpreso com a dimensão que a carreta tomou, afirma que o movimento é maior do que o próprio grupo que o criou, havendo necessidade de maior organização, a fim de ampliá-lo. "Os partidos de oposição a Bolsonaro se juntaram, mas não é um movimento dos partidos políticos, embora não exclua os partidos; não é um movimento de organizações sindicais, mas não exclui os sindicatos; pelo contrário, é de todo mundo que compreende que o Brasil é maior do que Bolsonaro".

Sobre um eventual impeachment do presidente, ele destaca: "Não queremos o vice como presidente, porque acho que não muda nada. Ele já deu sinais muito evidentes de que não é melhor do que Bolsonaro. Se Mourão entrar nós vamos continuar com manifestações contra ele".

Para André, ter um Hamilton Mourão como vice-presidente, um Ricardo Sales como ministro do Meio Ambiente e o Exército na direção da Saúde, agora com Pazuello, mostra o quão incompetente é um governo militar. "Aliás, mostra mais, mostra que se a gente tivesse dependendo dos militares para a nossa defesa, da nossa segurança, a gente estaria muito mal, porque um general da ativa como Pazuello, ignorante, incapaz, que só usa da postura autoritária para esconder a incompetência dele".

Temos pautas além do "Fora Bolsonaro", afirma, e comenta: "Queremos recuperar o país, os direitos sociais que foram perdidos, mas a luta não acaba com a saída de Bolsonaro, é preciso que na política institucional, os partidos se comprometam com a reconstrução dos direitos sociais dos brasileiros, porque a retirada desses direitos já se mostrou incapaz inclusive daquilo que prometeram, que era o aumento da empregabilidade. Na verdade, reduziu o emprego e jogou mais gente na miséria".

A recuperação dos direitos dos trabalhadores é, para André, uma das principais pautas do movimento. "Recuperar os direitos dos trabalhadores e reindustrializar o país, mas comum um projeto que seja nacionalista, de desenvolvimento nacional real, não esse que fica sempre atrelado ao interesse internacional, com quem a gente deve fazer parceria sempre em situação de autonomia, em igualdade de condições. A submissão nos levou até onde a gente está hoje. A submissão mata, de fome, asfixiado, mata de tudo o que é desgraça. Então, a direita que venha, mas o nosso projeto não é igual ao deles".

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 13

Rocha em Domingo, 24 Janeiro 2021 14:40

Vocês vão ter que engolir o Bolsonaro no mínimo até 2026, PeTralhas e sucursais do petismo. Com essa carreata minguada aí, vocês não conseguem sequer congestionar o trânsito.

Vocês vão ter que engolir o Bolsonaro no mínimo até 2026, PeTralhas e sucursais do petismo. Com essa carreata minguada aí, vocês não conseguem sequer congestionar o trânsito.
Rocha em Domingo, 24 Janeiro 2021 14:49

Esses caras são completamente imbecis. Onde eles estavam enquanto os PeTistas assaltavam o Brasil até o último centavos, principalmente financiando ditaduras genocidas com as de Cuba e Venezuela?

Esses caras são completamente imbecis. Onde eles estavam enquanto os PeTistas assaltavam o Brasil até o último centavos, principalmente financiando ditaduras genocidas com as de Cuba e Venezuela?
Zé Eduardo em Segunda, 25 Janeiro 2021 15:00

A resposta a sua pergunta é a mais fácil de ser respondida: Eles estavam juntos nos esgotos aonde os ratos se escondem, planejando e ajudando a pilhar o País!

A resposta a sua pergunta é a mais fácil de ser respondida: Eles estavam juntos nos esgotos aonde os ratos se escondem, planejando e ajudando a pilhar o País!
Elimar em Domingo, 24 Janeiro 2021 15:33

Os bozolóides comedores de capim ainda tentam o impossível, defender o Excrementíssimo, mas sua saída é o remédio pra curar nosso país doente.

Os bozolóides comedores de capim ainda tentam o impossível, defender o Excrementíssimo, mas sua saída é o remédio pra curar nosso país doente.
Rocha em Domingo, 24 Janeiro 2021 15:46

Bozoloides para sempre , imbecil. Melhor do que ser capacho de ex-presidiário ou do cangaciro. Escreve aí, se o Arthur Lira vencer a presidência da Câmara, vocês vão ter que engolir o Bozo por muito tempo.

Bozoloides para sempre , imbecil. Melhor do que ser capacho de ex-presidiário ou do cangaciro. Escreve aí, se o Arthur Lira vencer a presidência da Câmara, vocês vão ter que engolir o Bozo por muito tempo.
GIMENES em Domingo, 24 Janeiro 2021 16:23

Manifestação pífia, faltou mortadela!! Acabou a grana para bancar.
Vamos mudar esses país, chega de corrupção e bandidos no poder.

Manifestação pífia, faltou mortadela!! Acabou a grana para bancar. Vamos mudar esses país, chega de corrupção e bandidos no poder.
GIMENES em Domingo, 24 Janeiro 2021 16:26

B O L S O N A R O até 2026!!!!
A limpeza tem que continuar.

B O L S O N A R O até 2026!!!! A limpeza tem que continuar.
Fabio F em Domingo, 24 Janeiro 2021 20:10

Adoro a esquerdalha fazendo conjecturas q não se sustentam, desesperadas c o Bozo. Bozo até 2026 no mínimo. Depois outro q o Bozo indicar.

Adoro a esquerdalha fazendo conjecturas q não se sustentam, desesperadas c o Bozo. Bozo até 2026 no mínimo. Depois outro q o Bozo indicar.
Henrique em Terça, 26 Janeiro 2021 11:31

Bolsonaro no mínimo até 2026, só pelo tipo de gente que incomoda. Claro há muito que melhorar em termo de postura, mas nem chega perto do mal que deixaram a série de corruptos, imorais e indecentes que o antecederam, e que a grande mídia e os que se dizem preocupados com os rumos da nação, não se manifestaram com essa "indignação".
Esse "políticamente correto" decretou o fim da canalhice que ficará resumida a insignificante resistência.
Pela liberdade de expressão que não seja à conveniência dos que se intitulam ofendidos.

Bolsonaro no mínimo até 2026, só pelo tipo de gente que incomoda. Claro há muito que melhorar em termo de postura, mas nem chega perto do mal que deixaram a série de corruptos, imorais e indecentes que o antecederam, e que a grande mídia e os que se dizem preocupados com os rumos da nação, não se manifestaram com essa "indignação". Esse "políticamente correto" decretou o fim da canalhice que ficará resumida a insignificante resistência. Pela liberdade de expressão que não seja à conveniência dos que se intitulam ofendidos.
Euler em Terça, 26 Janeiro 2021 12:11

Quem é esse tal "André Moreira"?? Por acaso é aquele que na última eleição para Governador teve 1,18% dos votos válidos??? E esse "Rafael Primo"??? É o mesmo que teve míseros 265 votos (0,01% dos votos válidos) na eleição para Deputado Estadual em 2018 e depois sequer conseguiu regularizar a sua candidatura a Prefeito de Vila Velha por não ter prestado contas da sua frustrada campanha para Deputado??? Qual é a representatividade destes dois???
O atual Presidente obteve 54,76% dos votos no 1° turno (mais que o dobro do 2° colocado petista). No 2° turno obteve 63,06% dos votos válidos.
Sinceramente acho que esses dois pseudo-políticos estão em busca de holofotes. Desesperados, tentam sair do ostracismo no qual se encontram. Somente isso.

Quem é esse tal "André Moreira"?? Por acaso é aquele que na última eleição para Governador teve 1,18% dos votos válidos??? E esse "Rafael Primo"??? É o mesmo que teve míseros 265 votos (0,01% dos votos válidos) na eleição para Deputado Estadual em 2018 e depois sequer conseguiu regularizar a sua candidatura a Prefeito de Vila Velha por não ter prestado contas da sua frustrada campanha para Deputado??? Qual é a representatividade destes dois??? O atual Presidente obteve 54,76% dos votos no 1° turno (mais que o dobro do 2° colocado petista). No 2° turno obteve 63,06% dos votos válidos. Sinceramente acho que esses dois pseudo-políticos estão em busca de holofotes. Desesperados, tentam sair do ostracismo no qual se encontram. Somente isso.
ELIAMAR SILVA em Quarta, 27 Janeiro 2021 19:01

BOLSONARO 2022 ....................

BOLSONARO 2022 ....................
anderson gutemberg costa em Quarta, 27 Janeiro 2021 21:23

patética essa matéria. Que ilusão

patética essa matéria. Que ilusão
Rinaldo em Quarta, 27 Janeiro 2021 21:42

Tem que derrubar esse Governo INCOMPETENTE insano , desgraçado.

Tem que derrubar esse Governo INCOMPETENTE insano , desgraçado.
Visitante
Quarta, 03 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection