Sexta, 24 Junho 2022

​Indefinições na disputa ao Palácio Anchieta mantêm campo do Senado embolado

casagrande_leonardo_sa-7 Leonardo Sá

Com as indefinições na disputa ao Palácio Anchieta deste ano, permanece embolado o campo da outra perna majoritária do pleito, o Senado. São muitos os interessados para apenas uma vaga, com as amarrações ainda dependentes dos desfechos de alianças nacionais e locais. Fora desse cenário, até agora, está apenas o bloco bolsonarista, com a candidatura do ex-senador Magno Malta (PL), que tentará retornar ao seu antigo posto, após uma derrota de reviravolta em 2018.

Depois de muita resistência, Magno irá compor o palanque com o ex-deputado federal Carlos Manato, também filiado ao PL, representando a ala dos seguidores do presidente Jair Bolsonaro no Espírito Santo.

Na área do governador Renato Casagrande (PSB), que tenta repetir uma "frente ampla" em torno de sua candidatura à reeleição, o que significa reunir legendas de ideologias e candidaturas antagônicas, o nó segue difícil de desatar.

A atual dona da cadeira, Rose de Freitas (MDB), tenta garantir a composição na chapa, mas correm na mesma estrada o coordenador da bancada capixaba no Congresso Nacional, Da Vitória (PP), e o ex-secretário de Estado de Segurança Pública Alexandre Ramalho (Podemos), que vai estrear em eleição. Quem sobrar do arranjo, tudo indica, descerá para a eleição à Câmara dos Deputados.

Além disso tem o PT, no caso da aliança com o PSB avançar em nível estadual, o que ainda não aconteceu. Os petistas, hoje, têm cinco pré-candidatos ao Senado: Célia Tavares, que disputou a prefeitura de Cariacica em 2020; o vereador de Cariacica André Lopes; o ex-reitor da Universidade Federal do Estado (Ufes) Reinaldo Centoducatte; o ex-deputado estadual Genivaldo Lievore; e o presidente do Conselho de Cultura de Vitória, Valdir Castiglioni.

As conversas entre as duas legendas no Estado permanecem, porém, inalteradas, mesmo após uma reunião entre Casagrande e lideranças do PT capixaba nessa terça-feira (12). Na possibilidade de a composição convergir, mais adiante, o PT vai reivindicar posição de destaque na chapa, como a vice ou o Senado. Por enquanto, o senador Fabiano Contarato segue como candidato ao governo, o que dividirá votos com Casagrande na mesma área de centro-esquerda.

Há de se considerar ainda, nesse campo, o PSDB, para onde retornou o ex-senador Ricardo Ferraço. Embora ele não sinalize movimentos nesse sentido, as cotações para uma disputa em composição com o governador, seja na vaga de vice ou ao Senado, correm desde o ano passado, quando Ricardo ainda detinha o comando do União Brasil. 

Já no bloco das principais lideranças ligadas ao ex-governador Paulo Hartung (sem partido), o ex-prefeito de Linhares Guerino Zanon (PSD), o ex-prefeito da Serra Audifax Barcelos (Rede) e o presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso (Republicanos), as próprias candidaturas ao governo ainda suscitam dúvidas, o que deixa em segundo plano as definições ao Senado. Até agora, só anunciou pré-candidatura o partido de Erick, com o ex-prefeito de Colatina Sérgio Meneguelli. No mercado político, no entanto, são registrados movimentos que visam unir as três lideranças para derrotar Casagrande, o que pode acarretar em mudanças até o período das convenções partidárias, em julho e agosto próximos.

As outras peças do tabuleiro atual, o deputado federal Felipe Rigoni (União Brasil) e o empresário Aridelmo Teixeira (Novo), da mesma forma, ainda não apontam candidaturas ao Senado. O primeiro enfrentou processo de debandada no novo partido, formado da fusão entre DEM e PSL, e depende das alianças que serão fechadas no projeto da terceira via e localmente. Já o Novo, que sempre defendeu chapa puro-sangue, tenta refazer a rota este ano, abrindo um pouco o leque, mas ainda sem indicações de parcerias no Espírito Santo.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 8

Agmarcarioca amigo do mito em Quinta, 14 Abril 2022 20:00

O melhor candidato ao governo para mim e Guerino ,otimo prefeito de Linhares,fez bons governos,ao senado o melhor politico capixaba Sergio Meneguelli,com pouco fez muito,vamos deixar de votar em rapoza velha da politica, releiçao e pessimo quando nao trabalha,so quem trabalhou foi o mito

O melhor candidato ao governo para mim e Guerino ,otimo prefeito de Linhares,fez bons governos,ao senado o melhor politico capixaba Sergio Meneguelli,com pouco fez muito,vamos deixar de votar em rapoza velha da politica, releiçao e pessimo quando nao trabalha,so quem trabalhou foi o mito
João Leoni Xiru Mallmann em Quinta, 14 Abril 2022 20:18

O melhor pra o ES e o Manato e do partido do nosso presente.Bolsonaro

O melhor pra o ES e o Manato e do partido do nosso presente.Bolsonaro
roger em Sexta, 15 Abril 2022 22:54

Acho que Casagrande não perde. Contudo a candidatura de Contarato pode ocasionar o segundo turno. Casagrande dessa vez fez o dever de casa, se acertou com os professores e tem feito investimentos na PM, além dos reajustes dos servidores. Isso sem contar que tem inaugurado obras por todo estado. Vila Velha, maior municipio do estado é um desses, que tem recebido investimentos de saneamento. Tem o hospital de cariacica e agora vai dar inicio a um grande hospital em São Mateus. Essa são das obras maiores, contudo ele usa bem as midias e tem divulgado muita coisa de todos os municipios, o que garante votos por todo estado.

Acho que Casagrande não perde. Contudo a candidatura de Contarato pode ocasionar o segundo turno. Casagrande dessa vez fez o dever de casa, se acertou com os professores e tem feito investimentos na PM, além dos reajustes dos servidores. Isso sem contar que tem inaugurado obras por todo estado. Vila Velha, maior municipio do estado é um desses, que tem recebido investimentos de saneamento. Tem o hospital de cariacica e agora vai dar inicio a um grande hospital em São Mateus. Essa são das obras maiores, contudo ele usa bem as midias e tem divulgado muita coisa de todos os municipios, o que garante votos por todo estado.
Paulo Fernando Coutinho em Sábado, 16 Abril 2022 07:31

Renato Casagrande está completamente queimado para com a base Lulista.
Em caso de um acerto por cima, entre PSB e PT, tendo Renato como candidato a governador, sendo fruto deste arranjo, será difícil, desta base, principalmente petista, assimilar este arranjo.
Com certeza, no palanque amplo q o Lula estiver, chegar o Renato, ele será vaiado efusivamente.

Renato Casagrande está completamente queimado para com a base Lulista. Em caso de um acerto por cima, entre PSB e PT, tendo Renato como candidato a governador, sendo fruto deste arranjo, será difícil, desta base, principalmente petista, assimilar este arranjo. Com certeza, no palanque amplo q o Lula estiver, chegar o Renato, ele será vaiado efusivamente.
Roger em Sábado, 16 Abril 2022 14:01

A base lulista aceitou o alckimim vai rejeitar o Casagrande? acho que não. Agora, não acredito que Contarato ganhe, inclusive consideraria uma perda ele deixar o senado. O estado é bem bolsonarista, tomara que a candidatura do Fabiano não pavimente o caminho do Manato.

A base lulista aceitou o alckimim vai rejeitar o Casagrande? acho que não. Agora, não acredito que Contarato ganhe, inclusive consideraria uma perda ele deixar o senado. O estado é bem bolsonarista, tomara que a candidatura do Fabiano não pavimente o caminho do Manato.
Paulo Fernando Coutinho em Terça, 19 Abril 2022 04:09

Contarato, para ser candidato a governador, não precisa deixar o mandato de senador.
Ele pode retornar após a eleição, se não for eleito para o governo. O mandato dele de senador é de oito anos e termina só em 2026.
O fato é q Lula precisa de um palanque aqui no Estado e Renato não tem se mostrado receptivo para com este palanque.

Contarato, para ser candidato a governador, não precisa deixar o mandato de senador. Ele pode retornar após a eleição, se não for eleito para o governo. O mandato dele de senador é de oito anos e termina só em 2026. O fato é q Lula precisa de um palanque aqui no Estado e Renato não tem se mostrado receptivo para com este palanque.
Breno em Sábado, 16 Abril 2022 20:45

Vamos libertar o ES da esquerda, elegendo Manato Governador e Magno Malta Senador

Vamos libertar o ES da esquerda, elegendo Manato Governador e Magno Malta Senador
Carlos em Domingo, 17 Abril 2022 17:02

Concordo 100% com você Breno. Esquerda aqui não vai se criar.

Concordo 100% com você Breno. Esquerda aqui não vai se criar.
Visitante
Sexta, 24 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/