Sexta, 28 Janeiro 2022

Ira de Ferraço contra Casagrande não contamina plenário da Assembleia

O governador Renato Casagrande respondeu às críticas do presidente da Assembleia Legislativa, Theodorico Ferraço (DEM), durante a abertura do Planejamento Estratégico do Estado para 2013, e deixou a impressão de que o plenário da Casa não vai embarcar na estratégia de Ferraço de disparar contra o Palácio Anchieta.



Na entrevista do deputado à Rádio CBN Vitória, na manhã dessa terça-feira (7), Ferraço, em tom de ameaça, afirmou que Proposta de Emenda Constitucional (PEC), com 22 assinaturas para começar a tramitar, está em sua mesa, dando a entender que não atenderia à orientação do governador de esperar o fim do processo eleitoral para discutir o assunto.



O projeto de Ferraço de convocar os deputados durante as licenças para a campanha reforça a ideia de que ele pretende colocar o projeto para tramitar, afinal, o período até outubro não terá muitos projetos do governo para discutir, além do Orçamento do Estado, que só chegará à reta final da eleição e será votado em dezembro.



Na Casa a ideia é de que apesar de terem assinado o requerimento para a tramitação da PEC, os deputados entendem que isso não significa um compromisso do plenário com a reeleição de Ferraço. A proposta começou a tramitar em uma movimentação do deputado estadual José Carlos Elias (PTB), que foi vista pelos colegas como uma contrapartida pela proteção de Ferraço ao deputado no episódio da perda de mandato do parlamentar.



O anúncio do governador da manutenção dos investimentos em torno de R$ 1 bilhão a partir de 2013, apesar do fim do repasse do Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap), também pesa para os deputados.



Com metade do plenário disputando as eleições deste ano, os parlamentares querem ficar próximos ao governador, porque se forem eleitos precisarão de socorro nos municípios, a partir de 2013. Por isso, a tendência é de que os deputados sigam a orientação do governo na condução da eleição para a Mesa Diretora da Assembleia, que só acontecerá no próximo ano, e com o plenário modificado.


 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 28 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/