Dólar Comercial: R$ 5,31 • Euro: R$ 6,00
Sexta, 10 Julho 2020

Joel Rangel deve assumir direção-geral da Assembleia

Joel Rangel deve assumir direção-geral da Assembleia
Ainda falta a confirmação com a publicação no Diário Oficial, mas na Assembleia o nome do ex-vereador de Vila Velha, Joel Range (PMDB) já é apontado como substituto de Roberto Carneiro, na Direção da Assembleia Legislativa. A indicação de Rangel vem da presidência da Mesa Diretora e do próprio Carneiro, que deve assumir nos próximos dias a Secretaria de Esportes do governo do Estado, no lugar de Max da Mata (PDT).
 
Além de Rangel, outro nome que estava na corrida à substituição de Carneiro na Assembleia era o do procurador de Guarapari, Américo Mignone, mas o nome do canela-verde ganhou força nos bastidores da Casa nesta segunda-feira (7), com a informação de que o próprio Carneiro estaria interessado a voltar ao Executivo. 
 
Essa movimentação faria parte de um agrupamento para o processo eleitoral do próximo ano, visando a acomodar o palanque palaciano, que teria Hartung como candidato à reeleição. Para sustentar esse palanque, o governador precisaria fortalecê-lo, com lideranças com capilaridade eleitoral. Entre os nomes cotados para compor esse grupo está o do presidente da Casa, Erick Musso (PMDB), que poderia vir como vice de Hartung. 
 
Desse palanque, porém, o nome mais cortejado é o do deputado estadual Amaro Neto (SD), esperado como candidato ao Senado nesse grupo para fortalecer a majoritária. O próprio Carneiro pode ser um nome na disputa a deputado federal, mas para isso, o governo deve ampliar o minguado orçamento da Secretaria de Esportes, que hoje é de cerca de R$ 14 milhões para 2017. 
 
A acomodação na Secretaria de Esportes também atende ao interesse de Amaro. Quando o governo abriu o espaço para Max da Mata, a expectativa era de que o vereador levasse com ele seu primeiro suplente, Duda Brasil, para que o segundo suplente Evandro Figueiredo, chegasse à Câmara com uma postura mais firme na oposição ao prefeito Luciano Rezende (PPS), ao mesmo tempo em que ocuparia o espaço com aliados do deputado. Essa movimentação, porém , não deu certo. 
 
Embora Amaro Neto e Carneiro não tenham permanecido tão unidos após a eleição – Carneiro foi candidato a vice na chapa do deputado a prefeito de Vitória em 2016 –, sua acomodação na Secretaria pode fortalecer Amaro Neto, garantindo a ocupação dos espaços no governo.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 11 Julho 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection