Domingo, 14 Julho 2024

Lideranças estaduais marcam apoio à reeleição de Paulo Cola em Piúma

da_vitoria_paulo_cola_redes Redes sociais
Redes sociais

Paulo Cola, prefeito de Piúma, no litoral sul do Estado, lançou-se oficialmente como pré-candidato à reeleição nessa segunda-feira (10). O evento contou com a presença de diversas lideranças estaduais.

Entre elas estava o deputado federal Da Vitória, presidente estadual do Progressistas (PP). "O prefeito Paulo Cola revolucionou a cidade de Piúma com uma gestão eficiente e referência no Brasil. Agora, com o movimento Avança Piúma, ele vai levar o município ainda mais longe", publicou o parlamentar nas redes sociais, fazendo referência à coligação partidária que deverá apoiar Cola.

O evento contou, ainda, com as presenças do deputado federal Gilson Daniel, presidente estadual do Podemos, e do deputado estadual Marcelo Santos, presidente da Assembleia Legislativa do Estado, que deverá deixar o Podemos em breve.

Também compareceram o presidente estadual do Cidadania e ex-prefeito de Vitória, Luciano Rezende, o deputado estadual e presidente capixaba do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Vandinho Leite, e os deputados José Esmeraldo (PDT) e Dr. Bruno Resende (União). Todas essas lideranças representam siglas que deverão apoiar Paulo Cola. Republicanos, Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e Avante são outros três partidos incluídos na coligação.

Com carreira como policial militar, Paulo Cola desbancou, em 2020, ex-prefeito Samuel Zuqui (PSDB), que teve quatro mandatos no Executivo municipal. Apenas 25 votos separaram os dois principais concorrentes. Pastor Ezequias (PMB) foi eleito como vice e deverá repetir a dobradinha com o prefeito este ano.

Considerado o favorito nas eleições municipais deste ano, Cola tem tido o apoio do governador Renato Casagrande (PSB) ao longo de seu mandato, e o governo estadual investe no projeto de revitalização da orla de Piúma, muito afetada nos últimos anos por processos erosivos.

No pleito deste ano, Paulo Cola deverá enfrentar Kauê Oliveira (PL). Bolsonarista, Kauê já foi secretário nas pastas de Governo e Planejamento e de Turismo, Esporte e Lazer em Piúma, e ocupou, até 2023, cargos da gestão do prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini (Republicanos).

A ex-vice prefeita Marta Scherrer, que assumiu a chefia do Poder Executivo após o afastamento do então prefeito Ricardo Costa, em 2019, é especulada como possível vice de Kauê. Em 2020, ela ficou em terceiro lugar na disputa majoritária, em uma candidatura pelo extinto partido Patriota. Doutora Vasti, presidente do Partido Liberal (PL) em Piúma, é outra figura cogitada como vice na chapa.

O comerciante Ricardo Nery de Barros (PT), dono de uma padaria, também se colocou como pré-candidato a prefeito, para reforçar o campo progressista. Em outras gestões municipais, ele ocupou cargos na área da Saúde.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 15 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/