Dólar Comercial: R$ 5,47 • Euro: R$ 6,40
Segunda, 28 Setembro 2020

Mensalão e valerioduto devem entrar na pauta das eleições

Com uma eleição bastante disputada entre PT e PSDB, em que a rivalidade nacional serve de exercício para a disputa presidencial em 2014, escândalos nacionais entram na pauta de discussão dos candidatos municipais. Em Vitória, por exemplo, o cenário nacional pode ajudar a temperar a já indigesta disputa entre petistas e tucanos pela prefeitura da Capital.



No quesito escândalo nacional, porém, PT e PSDB estão empatados. O julgamento do “Mensalão”, que acontece neste mês de agosto no Supremo Tribunal Federal (STF), pode ser um prejuízo para a candidatura da petista Iriny Lopes.



A candidata que conta com o apoio do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff em seu palanque, assim como os demais candidatos petistas que disputam cidades importantes no País, deve se atentar para os desdobramentos do caso em Brasília.



O PSDB também tem com o que se preocupar. A capa da revista Carta Capital desta semana é que manda o sinal de alerta. Segundo a publicação, o chamado valerioduto teria beneficiado com Caixa 2 a eleição presidencial tucana de 1998, que inclui até o ministro do Supremo, Gilmar Mendes.



Para os meios políticos, se a discussão se ampliar, pode ser que os dois lados se engalfinhem com trocas de farpas ou evitem os temas nacionais para evitar desgastes.



Entenda os casos:



Mensalão – O escândalo veio à tona em 2005, e o termo usado se refere à "mesada" que o governo pagaria aos deputados federais para votarem a favor de projetos do Executivo. Segundo o deputado Roberto Jefferson (PTB), pivô da crise, o termo já era comum nos bastidores da política entre os parlamentares para designar essa prática ilegal. Jefferson acusou o então ministro da Casa Civil José Dirceu de ser o mentor do esquema.



Valerioduto – É como ficou conhecido o esquema de contas do empresário Marcos Valério, que reunia dinheiro de propinas e que desaguou em um Caixa 2 durante a reeleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência em 1998.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 29 Setembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection