Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Terça, 02 Março 2021

​Movimento 'Impeachment Já' promove ato neste sábado na Grande Vitória

bolsonaro_hitler_reproducao_abr Reprodução/ABr
Reprodução/ABr

Chega ao Espírito Santo o movimento suprapartidário pró impeachment do presidente Jair Bolsonaro, intensificado em várias cidades brasileiras desde o panelaço do dia 15 desse mês. Na Grande Vitoria, quatro carreatas estão programadas para se encontrarem às 16h na Praça do Pedágio, na capital, onde os manifestantes irão dialogar com as pessoas no local, de forma a não promover aglomeração. 

A primeira carreata sai do viaduto Aracelli, em Jardim Camburi, às 15h. Em Vila Velha, Cariacica e Serra os pontos de encontro são, respectivamente, o Parque da Prainha, a frente do estádio Kléber Andrade e o Parque da Cidade, em Laranjeiras, mas ainda não há horarío definido da concentração em cada um.

"Impeachment Já – ES em Luta" é o mote do movimento exibido nas mensagens convocatórias que mostram a figura de Bolsonaro com o bigode usado pelo líder nazista Adolf Hitler, a quem é comparado não só no Brasil, mas em diversos países, por conta de suas atitudes autoritárias, assemelhadas ao nazifascismo.

A carreata já está confirmada em várias capitais além de Vitória. O movimento suprapartidário já atua em Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Brasília, João Pessoa, Rio Branco e Curitiba, sendo a hashtag #ForaBolsonaro uma das mais usadas nas redes pelos organizadores.

Os manifestantes começaram a e agrupar em movimentos suprapartidários a partir do agravamento das mortes causadas pela Covid 19 em Manaus, motivo e comoção mundial, onde a incompetência do governo federal ficou exposta, em um cenário de repetidos erros, resultando em centenas de mortes por falta de oxigênio.

O atraso na vacinação em massa, ocorrido depois da chegada das vacinas, também contribui para levar o povo às ruas, a fim de pressiona o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, a colocar em votação os quase 60 pedidos de abertura de processo de impeachment contra Bolsonaro. 

A essas justificativas para o impeachment de Bolsonaro se somam as atitudes do presidente em relação à pandemia da Covid. Ele é visto como o responsável pelos mais de 210 mil mortos, por conta do teor negacionista do discurso contra as vacinas e a omissão e os erros cometidos pelo ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, sob o seu comando.

O movimento pela saída de Bolsonaro vem crescendo, com a adesão de várias camadas da população e de representantes da sociedade civil. Na última sexta-feira (15) os partidos de oposição da Câmara dos deputados decidiram protocolar um pedido coletivo de impeachment contra o presidente Bolsonaro. O documento é assinado por Rede, PSB, PT, PCdoB e PDT, que reúnem 119 deputados.

Contra Reformas e EC 95

O advogado André Moreira, um dos organizadores do ato no Estado, ressalta que, caso Bolsonaro sofra impeachment, seu vice, General Mourão, não cai automaticamente, mas a mobilização é para que todos, inclusive os ministros, percam seus postos, pois, segundo André, são incapazes de gerir o Brasil. "Mourão faz média querendo aparentar ser um cara ponderado, mas já fez comentários racistas e sexistas", recorda André, que afirma, ainda, que se for criada alguma dificuldade para o impeachment, é legítimo que a população use de artifícios como greves e paralisações.

André acrescenta que a centralidade da carreata é o impeachment, mas também há outras pautas, como a revogação da Reforma Trabalhista, da Reforma da Previdência e da Emenda Complementar 95, que estabelece o congelamento em políticas públicas como saúde e educação por 20 anos.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 4

Paty em Sexta, 22 Janeiro 2021 09:06

Movimento suprapartidário dos PeTralhas e suas sucursais (derrotados em 2018). Podem esquecer esquerdistas, com a vitória de Arthur Lira o sonho de vocês ficará mais distante. Senta no meio fio e chora, vocês vão ter que engolir o Presidente Bolsonaro até 2026.

Movimento suprapartidário dos PeTralhas e suas sucursais (derrotados em 2018). Podem esquecer esquerdistas, com a vitória de Arthur Lira o sonho de vocês ficará mais distante. Senta no meio fio e chora, vocês vão ter que engolir o Presidente Bolsonaro até 2026.
GIMENES em Sexta, 22 Janeiro 2021 23:59

Nenhum país do mundo vem causando tanto mal a si mesmo como o Brasil. Um estrago institucional, que agora atingiu as raias da insensatez, está levando o País ao caos. Há tempo para reverter o desastre. Basta que se respeitem os limites e as responsabilidades das autoridades constituídas.
Deixa o presidente trabalhar, vamos todos lutar pelo Brasil!

Nenhum país do mundo vem causando tanto mal a si mesmo como o Brasil. Um estrago institucional, que agora atingiu as raias da insensatez, está levando o País ao caos. Há tempo para reverter o desastre. Basta que se respeitem os limites e as responsabilidades das autoridades constituídas. Deixa o presidente trabalhar, vamos todos lutar pelo Brasil!
LUIS MOREIRA em Sábado, 23 Janeiro 2021 09:58

Está chegando a hora do GENOCIDA prestar contas.

Está chegando a hora do GENOCIDA prestar contas.
rocha em Sábado, 23 Janeiro 2021 11:21

GENOCIDA é o COOL da sua mãe, imbecil.

GENOCIDA é o COOL da sua mãe, imbecil.
Visitante
Terça, 02 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection