Dólar Comercial: R$ 5,31 • Euro: R$ 6,29
Domingo, 29 Novembro 2020

Projeto vai levantar pauta racial nas eleições de Vitória deste ano

abdias_nascimento_foto_celio_azevedo_senado_federal1 Célio Azevedo/ Arquivo Senado

Recém-lançado, o projeto Política na Raça quer ajudar a viabilizar o debate étnico-racial nas eleições de Vitória em 2020. Ao todo, serão oito pré-candidatos entrevistados publicamente por meio de lives para discutir sobre a questão racial dentro das campanha e dos mandatos políticos.

Os entrevistados são candidatos de linha progressista que têm ligação com o movimento negro e incluem de alguma maneira questão racial dentro de suas campanhas. Participam sete pré-candidaturas a vereador e uma a prefeito, representada por Gilbertinho Campos, definido neste final de semana como pré-candidato à prefeitura da capital pelo Psol.

As lives do Política na Raça acontecerão nos meses de agosto e setembro pelas redes sociais, sempre às quartas-feiras, a partir das 19h, com duração de aproximadamente duas horas.

O projeto pontua como seus objetivos garantir a pauta racial nas discussões políticas eleitorais, incentivar pessoas negras à participação partidária, construir alianças do movimento negro capixaba com as pré-candidaturas negras, e ampliar o campo de "Raça e Política" nas Ciências Políticas.

Um dos integrantes da coordenação do projeto, o cientista político João Victor Santos, explica que o projeto busca divulgar e visibilizar as candidaturas negras, embora não esteja comprometido com nenhuma das candidaturas e sim com as pautas relacionadas às questões étnico-raciais. "Os candidatos serão confrontados com seus programas partidários, queremos fazer um debate sobre isso. As candidaturas fazem apostas, queremos produzir também choques e tensionamentos", explica.

Pesquisador da questão da participação dos negros nos espaços eleitorais e institucionais, ele aponta a evidente sub-representação destes nos parlamentos. No caso de Vitória, dos 15 vereadores, há um único negro, Wanderson Marinho (PSC). Mesmo assim, a presença de representantes negros eleitos não garante que a pauta racial seja colocada em evidência pelo mandato.

João Victor analisa que mesmo que por vezes haja um número até significativo de candidatos negros - desde 2014 os candidatos precisam realizar autodeclaração racial ao registrar candidaturas, o que facilita a criação de bancos de dados - a quantidade de eleitos é muito baixa.

"Algumas candidaturas batem na trave, quase chegam lá. O que faz diferença muitas vezes é a falta de investimento financeiro por parte do partido nessas candidaturas", analisa o cientista social. A questão tem sido alvo de debates no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) diante da proposta de mecanismos para garantir uma distribuição de recursos eleitorais e partidários de forma mais equânime.

Outro aspecto que ele aponta como diferencial da atual conjuntura é que a pauta racial está em evidência nos últimos anos. "A lógica se inverteu, antes se achava que falar de preto e fazer uma campanha preta não atrairia votos. Mas estamos vimos o contrário na última eleição", diz, em referência ao resultado eleitoral de 2018, que contemplou candidaturas que pautavam a questão tanto em Assembleias Legislativas de alguns estados como para o Congresso Nacional.

A questão de gênero também é importante, pois as mulheres negras são ainda menos representadas nos espaços de poder. Apesar da obrigação de cota de 30% para candidaturas femininas em todos partidos, João Victor Santos aponta que são inúmeros os casos de candidaturas que são estimuladas como forma de preencher as cotas partidárias e não para almejarem de fato uma eleição para o cargo a que se postula.

Além de entrevistar os candidatos, cada live trará também uma homenagem a um político negro que exerceu ou exerce mandato progressista com defesa da pauta étnico-racial dentro dos espaços institucionais do Estado brasileiro, como Abdias do Nascimento, Guerreiro Ramos, Marielle Franco, Benedita da Silva, Paulo Paim e Érica Malunguinho, tendo suas biografias entrelaçadas com as histórias dos atuais candidatos em Vitória.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 29 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection