Dólar Comercial: R$ 5,56 • Euro: R$ 6,58
Sexta, 23 Outubro 2020

​PT da Serra avalia sair da disputa à prefeitura para apoiar Sérgio Vidigal

fernanda_vidigal_redes_sociais_leonardo_sa Redes sociais/Leonardo Sá

O ex-prefeito e atual deputado federal Sérgio Vidigal (PDT), pré-candidato a prefeito da Serra na eleição de 15 de novembro, será o principal favorecido com a desistência de Fernanda Souza, também pré-candidata, que deverá ser confirmada nesta quinta-feira (24). A decisão da executiva do partido será tomada depois da definição do juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-ES), Ubiratan Almeida Azevedo, sobre a forma de veiculação da propaganda eleitoral pela TV no município. 

A garantia de transmissões da propaganda eleitoral pela TV, na Serra, dará ao PT o maior tempo, 18 minutos diários, o que o transforma em objeto de desejo dos outros partidos e fez surgir pressão para que Fernanda Souza desistisse da candidatura. Duas correntes internas do partido buscam entendimento, uma ligada ao atual prefeito, Audifax Barcelos (Rede), outra a Sérgio Vidigal, que deverá prevalecer, uma vez que possui maioria na executiva municipal. Procurada, Fernanda não retornou o contato.

"Hoje, a tendência é ter candidatura própria, mas o cenário pode mudar depois que o TRE decidir sobre a propaganda na TV", diz Miguel Ferreira Júnior, presidente do PT na Serra. No entanto, ele condiciona esse posicionamento e ressalta que o mais importante é "a construção de um projeto voltado para o povo, que mantenha as realizações dos governos Lula e Dilma no município".

Na convenção do partido, no último dia 16, o assunto foi discutido, confirmando previsões do mercado político, segundo as quais o nome de Fernanda Souza não seria respaldado pela corrente majoritária da Executiva. Fontes do partido citam o vereador Aécio Leite e o ex-deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Vila Velha, José Carlos Nunes, como os condutores da reviravolta que favorece Sérgio Vidigal, apesar e Miguel Ferreira afirmar que o PT conversa, também, com a Rede.

Propaganda

Uma reunião nesta quinta-feira (24) entre representantes de partidos políticos, emissoras de TV e o juiz Ubiratan Almeida Azevedo vai definir a forma de possibilitar a veiculação de propaganda eleitoral de candidatos do município da Serra, via TV, em atendimento à solicitação de 14 partidos políticos, feita em agosto deste ano.

Essa será a segunda reunião com o juiz, relator do processo, que deverá ir a julgamento no plenário antes do prazo estabelecido para as transmissões das peças publicitárias dos candidatos a prefeito e vereador, que começam em 9 de outubro e terminam no dia 12 de novembro, três dias antes da votação.

Dirigentes partidários acreditam que o TRE-ES irá aprovar o pedido, considerando que a Serra, apesar de ter o maior colégio eleitoral do Espírito Santo, não abriga a sede de nenhuma emissora de TV, e, por esse fato, não se enquadra nas regras estabelecidas pela Justiça Eleitoral, prejudicando a apresentação dos candidatos.

A solicitação foi encaminhada por representantes do Republicanos, Podemos, Patriota, PSB, DC, Rede, MDB, PSC, PTC, DEM, PV, PP, PMN e Pros. Hamilton Luís, presidente do Podemos, destacou a importância do município: "A Serra possui o maior colégio eleitoral, é o maior município em extensão territorial, com uma e a economia que representa 30% do Produto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo". 

Na disputa à prefeitura, o município tem como candidatos, até agora, o deputado federal Sérgio Vidigal (PDT), os deputados estaduais Vandinho Leite (PSDB), Alexandre Xambinho (PL) e Bruno Lamas (PSB); o vereador Fábio Leite (Rede), apoiado pelo prefeito Audifax Barcelos (Rede); a delegada de Polícia Civil Gracimere Gaviorno (PSC); Fernanda Souza (PT), oficialmente ainda pré-candidatura; e Luciana Malini (PP).

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 11

Alessandro em Terça, 22 Setembro 2020 19:21

PT?
Quem acredita nisto?

PT? Quem acredita nisto?
magno em Quinta, 24 Setembro 2020 13:49

PDT sempre foi capacho do PT. Hoje, com o filme queimado, estão tentando uma nova formação mas o objetivo é o mesmo, ROUBAR, DESVIAR, USUPAR o dinheiro publico....

PDT sempre foi capacho do PT. Hoje, com o filme queimado, estão tentando uma nova formação mas o objetivo é o mesmo, ROUBAR, DESVIAR, USUPAR o dinheiro publico....
Alessandro em Sábado, 26 Setembro 2020 05:13
Adherbal em Quarta, 23 Setembro 2020 07:30

vai perder, vai perder, com o apoio do petê. vai perder, vai perder com apoio do petê.

vai perder, vai perder, com o apoio do petê. vai perder, vai perder com apoio do petê.
Eduardo Tristão em Quarta, 23 Setembro 2020 07:31

"[...] que mantenha as realizações do governo Lula e Dilma no município." Sequer possui ideologia, a verdadeira hipocrisia, não mantém a candidatura em troca de uma mera assessoria, pois se acoitará com quem votou pela retirada do PT em 2016. Não sou PT, mas longe de ser hipócrita, inclusive.

"[...] que mantenha as realizações do governo Lula e Dilma no município." Sequer possui ideologia, a verdadeira hipocrisia, não mantém a candidatura em troca de uma mera assessoria, pois se acoitará com quem votou pela retirada do PT em 2016. Não sou PT, mas longe de ser hipócrita, inclusive.
Paulo Sérgio r Nonato em Quarta, 23 Setembro 2020 09:08

O PT se aliando a Sergio Vidigal kkkkkk como assim ele votou a favor do Impeachmant de Dilma,voce ja estava no PT NESTA epoca Sr Miguel Ferreira....sempre votei no PT mas realmente e muita HIPOCRISIA..

O PT se aliando a Sergio Vidigal kkkkkk como assim ele votou a favor do Impeachmant de Dilma,voce ja estava no PT NESTA epoca Sr Miguel Ferreira....sempre votei no PT mas realmente e muita HIPOCRISIA..
magno em Quinta, 24 Setembro 2020 13:46

PDT, PT, MDB, DEM, REDE, PV, PSL, PSDB, a sigla muda mas o objetivo é só um, enganar a população. Esses partidos com social, socialista, comunista, democrático no nome é só no nome mesmo, pq o que querem é socializar entres os chefes do partido os recursos que deveriam se empregados para todos.

PDT, PT, MDB, DEM, REDE, PV, PSL, PSDB, a sigla muda mas o objetivo é só um, enganar a população. Esses partidos com social, socialista, comunista, democrático no nome é só no nome mesmo, pq o que querem é socializar entres os chefes do partido os recursos que deveriam se empregados para todos.
Salles em Quarta, 23 Setembro 2020 10:45

Sérgio Vidigal ? não voto nunca mais. É isso aí, abraça com o PT,pra afundar Juntos.

Sérgio Vidigal ? não voto nunca mais. É isso aí, abraça com o PT,pra afundar Juntos.
Alessandra Veiga em Quarta, 23 Setembro 2020 18:28

Deputado federal ganha mais que prefeito. Por que ele que deixar de ser deputado e virar prefeito? Cadê o respeito dele pelos votos que colocaram ele como deputado? Se o PT apoia, ai que não voto mesmo! Política na Serra é corrupção pura! Pena que a policia federal não investiga! Iríamos parecer com o Rio de Janeiro!

Deputado federal ganha mais que prefeito. Por que ele que deixar de ser deputado e virar prefeito? Cadê o respeito dele pelos votos que colocaram ele como deputado? Se o PT apoia, ai que não voto mesmo! Política na Serra é corrupção pura! Pena que a policia federal não investiga! Iríamos parecer com o Rio de Janeiro!
magno em Quinta, 24 Setembro 2020 13:42

Pq no executivo da Serra ele tem em mãos mais de 1 bilhão para administrar....

Pq no executivo da Serra ele tem em mãos mais de 1 bilhão para administrar....
FABIO MEIRELES em Quarta, 23 Setembro 2020 19:05

O PT deveria avaliar sair do país.

O PT deveria avaliar sair do país.
Visitante
Sábado, 24 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection