Dólar Comercial: R$ 5,31 • Euro: R$ 6,29
Quarta, 25 Novembro 2020

Quarto mais votado, Sandro Locutor declara apoio a Euclério em Cariacica

euclerio_sandro_CreditosBrunoFritz Bruno Fritz

Em reunião realizada nesta quinta-feira (19), Sandro Locutor (Pros) formalizou apoio ao deputado estadual Euclério Sampaio (DEM) na disputa à prefeitura de Cariacica no segundo turno. Com o anúncio, Euclério ganha o apoio de um dos principais adversários no primeiro turno, já que Locutor teve 10,66% dos votos, ficando na quarta colocação. Os outros candidatos derrotados que estão entre os mais votados são Subtenente Assis (PTB), com 11,48%; e Marcos Bruno (Rede), com 9,75%.

Desses dois, a expectativa é de que o Subtenente Assis não manifeste apoio nem para Euclério nem para Célia Tavares, já que faz discurso e se posiciona politicamente em defesa do antipetismo. Além disso, no primeiro turno, ele apontou o deputado como "comunista enrustido", contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido, e a reforma trabalhista. Disse também, em suas redes sociais, que Euclério não tem bom relacionamento com bolsonaristas e pode ser o "próximo carcereiro" da população de Cariacica, referindo-se ao fechamento do comércio durante a pandemia do coronavírus. 

Marcos Bruno, diante de sua posição de críticas a Euclério Sampaio no primeiro turno, pode vir a subir no palanque de Célia Tavares, mas até o momento, não se pronunciou. Na reta final das eleições, o então candidato da Rede diz ter sido vítima de fake news por parte do deputado estadual, segundo ele, por estar "na frente nas pesquisas". Marcos Bruno também afirmou que o deputado estadual era "político de vários mandatos, que vem de vários municípios, e o escolhido do prefeito Juninho", referindo-se ao fato de Euclério ter tentado, sem êxito, chegar à prefeitura de Vila Velha, e que o Cidadania, partido do atual gestor de Cariacica, ser apoiador do candidato do DEM. 

Nessa quarta-feira (19) Euclério anunciou os já previsíveis apoios do DC, PP, PSC e PSD, que tiveram como candidatos à prefeitura, respectivamente, Dr. Motta, Dr. Helcio, Adilson Avelina e Celso Andreon, e o PL, que integrou a coligação do Democracia Cristã, antiga legenda de Euclério. 

Em termos de votos, as adesões desses partidos representam capitais de 7,11% do Dr. Helcio; 4,55% do Dr. Motta; 2,75% de Adilson Avelina; e 2,30% de Celso Andreon. Porém, em nota divulgada nessa quinta-feira, Dr. Motta afirmou que, embora seu partido tenha declarado apoio a Euclério, ele ainda não tomou decisão sobre quem vai apoiar no segundo turno, preferindo analisar o cenário político para decidir. De acordo com a nota, o apoio do DC a Euclério já havia sido firmado com o DEM antes mesmo do primeiro turno, sem consulta ao candidato. 

As negociações também passam por outros partidos, como PSB, do governador Renato Casagrande, que já se reuniu com João Coser (PT), que está no segundo turno em Vitória, podendo entrar na articulação petista na disputa em Vitória e Cariacica. Na corrida pela prefeitura de Cariacica, o candidato do PSB foi Saulo Andreon, que teve 4.45% dos votos. Por enquanto, Célia Tavares não tem ainda um quadro fechado de apoiadores, como afirma. 

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 25 Novembro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection