Sexta, 19 Agosto 2022

Secretário de Saúde aponta 'financiamento de assessores para ocupar câmaras'

camaradevitoriapassaporteRedesSociais Redes Sociais
Redes sociais

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, rebateu as manifestações antivacina na Câmara de Vitória nessa segunda-feira (14). Em um vídeo publicado nas redes sociais, ele apontou o "financiamento de assessores para ocupar câmaras de vereadores do Estado". O pronunciamento foi feito após os vereadores aprovarem o projeto de lei que proíbe a exigência do passaporte vacinal na capital capixaba.

"Alguns grupos extremistas, de extrema direita, e alguns que escondem o seu negacionismo, o seu posicionamento antivacina na polêmica e no grito, e no financiamento de assessores para ocupar câmaras de vereadores do nosso Estado, escondem suas posições antivacina na narrativa contra o passaporte vacinal. É uma medida sanitária adotada em praticamente todo o mundo civilizado, que ajuda a reduzir o risco de infecção, ter os ambientes mais protegidos e garantir que toda população esteja atenta e disciplinada para que o seu calendário de vacinação esteja atualizado e em dia", afirmou o secretário

A sessão dessa segunda-feira foi marcada pelos gritos de manifestantes antivacina que ocuparam a galeria do plenário da Câmara de Vitória. A sessão que aprovou o projeto também contou com a presença dos deputados estaduais Torino Marques (PSL), Capitão Assumção (Patriota), Carlos Von (Avante) e Danilo Bahiense (PSL), que tiveram uma proposta semelhante rejeitada na Assembleia Legislativa na última semana.

"Aqueles que criticam o passaporte da vacina fundamentam seus argumentos na tese daqueles que são antivacinação (....) Eles fundamentam toda a tese deles no estímulo de medo à população, na insegurança em relação às verdades científicas, às verdades disponíveis sobre as quais as autoridades sanitárias adotaram e incorporaram as vacinas no seu programa de imunização. Eles tratam de tentar criar um gueto político com uma ressonância da gritaria que eles constroem nas redes sociais", criticou Nésio Fernandes.

Além de interrupções às falas de vereadores contrários a proposta, a sessão foi marcada por ofensas direcionadas ao governador Renato Casagrande (PSB) e ao próprio Nésio Fernandes, a quem os vereadores se dirigiram como "secretário comunista", "charlatão" e "curandeiro".

De acordo ele, aproximadamente 98% da população adulta do Espírito Santo já decidiu iniciar o esquema vacinal, pelo menos com a aplicação da primeira dose. "Nós temos uma decisão hegemônica no nosso estado de uma opção pelas vacinas, pela confiança da população na opinião da ciência, das autoridades sanitárias, daquilo que o Sistema Único de Saúde oferece a todo o povo, sem distinção de classe social, de escolaridade, como a principal medida capaz de vencer o vírus e derrotar a pandemia", enfatizou.

Nésio lembra também que o passaporte vacinal é resultado de uma mobilização com representantes de diversos segmentos econômicos no Espírito Santo, com o objetivo de estimular a vacinação completa. "Nós temos um vírus novo, uma pandemia que já tirou a vida de mais de 600 mil brasileiros e, com as vacinas, estamos reduzindo os riscos de infecção e adoecimento. Estamos reduzindo os riscos de internação e de óbito pela Covid-19. Não temos dúvidas que aquilo que hoje a gente oferece no SUS merece a confiança de toda a população", apontou.

O Projeto de Lei 174/2021, de autoria do vereador bolsonarista Gilvan da Federal (Patri), foi aprovado com nove votos favoráveis na Câmara de Vitória. Apenas Camila Valadão (Psol), Karla Coser (PT), Aloísio Varejão (PSB) e Anderson Goggi (PTB) votaram contra a matéria.

Camila Valadão informou que irá oficiar o Ministério Público Estadual (MPES) sobre o projeto, para que as medidas cabíveis sejam adotadas, já que a matéria é apontada como inconstitucional.

"Nós já derrotamos as teses deste grupo ao longo de toda a vacinação. E por isso que a ampla maioria do povo capixaba já se vacinou. Vamos continuar enfrentando os debates, apostando na ciência, oferecendo a ciência para proteger a população capixaba. Esses grupos não vão vencer. Nós venceremos", concluiu Nésio Fernandes.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 2

Seu Madruga em Terça, 15 Fevereiro 2022 19:27

Volte para seu Estado, adorador de regime totalitário cubano, nos deixe em paz. Outubro está aí.

Volte para seu Estado, adorador de regime totalitário cubano, nos deixe em paz. Outubro está aí.
Jacques Valery Finamore em Quinta, 14 Abril 2022 20:15

Eu não olho o lado do nezio que falam ser comunista,eu vejo o lado profissional e dedicado dele,poucos secretários que passaram pelo espírito santo tinham a competência dele.

Eu não olho o lado do nezio que falam ser comunista,eu vejo o lado profissional e dedicado dele,poucos secretários que passaram pelo espírito santo tinham a competência dele.
Visitante
Sexta, 19 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/