Domingo, 14 Julho 2024

Sessão solene faz João Coser adiar denúncia à gestão de Pazolini

ales_joaocoser_plenario_ales Ellen Campanharo/Ales

A entrega de títulos de Cidadão Espírito-Santense e da comenda Domingos Martins a personalidades brasileiras e uma da Espanha na Assembleia Legislativa foi o motivo alegado para o adiamento do pronunciamento que o deputado estadual João Coser (PT), pré-candidato majoritário na Capital, anunciou para a tarde desta terça-feira (25), às 15 horas, seguido de coletiva de imprensa, para apresentar "denúncia formal e grave referente a um programa da Prefeitura de Vitória". 

O tema da denúncia de João Coser de "desperdício de dinheiro" na gestão do prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos) foi substituído pelo clima festivo conduzido pelo deputado Marcelo Santos (de saída do Podemos), na sessão solene realizada no mesmo horário, que teve até citação de música do cantor Roberto Carlos.

Receberam títulos de cidadão os professores José Luis Bolzan de Morais e o professor convidado Alfonso de Julios Campuzano, do Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGD) da Faculdade de Direito de Vitória (FDV). O desembargador federal da 2ª Região André Ricardo Cruz Fontes, do Rio de Janeiro, recebeu a comenda.

Bolzan é neto de imigrantes italianos, natural de Jaguari, no Rio Grande do Sul. Já Alfonso é professor da Universidade de Sevilla, na Espanha. Em seu discurso, em espanhol, disse que tem uma ligação "espiritual com o Espírito Santo". Já Bolzan de Morais encerrou a fala com versos do cantor Roberto Carlos, "como é grande o meu amor por você", referindo-se ao Espírito Santo.

Denúncia

O tema da denúncia de João Coser, já apontado em redes sociais, tem engrossado as críticas de parte da população ao programa de asfaltamento de ruas da cidade, citando que é uma obra que "asfalta o asfalto". Esse tema seria a base do pronunciamento e da coletiva, segundo os meios políticos e apoiadores.

"Não perca essa oportunidade de acompanhar ao vivo e conhecer todos os detalhes dessa história que promete abalar toda a estrutura política da cidade", era um dos vários chamamentos, em rede social, para a sessão na Assembleia.

O anúncio sobre o pronunciamento do deputado começou a ser divulgado pela manhã, mas logo no início da tarde foi cancelado. As primeiras informações davam conta de que, após o discurso, João Coser daria uma entrevista coletiva à imprensa, segundo convite enviado pela assessoria.

"O deputado estadual João Coser convida para coletiva de imprensa, no Plenário Judith Leão Castelo Ribeiro, na Assembleia Legislativa, às 16h, desta terça (25). O parlamentar apresentará aos jornalistas denúncia formal e grave referente a um programa da Prefeitura de Vitória".

Em seguida, às 13h30, a assessoria divulgou nova mensagem: "Oi, vamos precisar reagendar a entrevista. Aviso assim que tiver nova data". Logo, desfez-se a onda criada pelas mensagens, enviadas também a veículos de imprensa. Não houve esclarecimento sobre porque foram programados dois atos no mesmo horário.

Veja mais notícias sobre Política.

Veja também:

 

Comentários: 2

Tiago Silva em Quarta, 26 Junho 2024 07:04

Vamos ver a nova narrativa deles.

Vamos ver a nova narrativa deles.
MACIEL SALAZAR BOGHI em Quarta, 26 Junho 2024 11:12

Jão cadê o seu metrô.vc comeu o dim dim do terreno na reta da penha.não fez nada na cidade a não ser aumentar o seu patrimonio.deixe nosso Prefeito trabalhar em paz.vc vai ficar em terceiro lugar vai perder até pro LP.vc deveria é ter vergonha na sua cara.

Jão cadê o seu metrô.vc comeu o dim dim do terreno na reta da penha.não fez nada na cidade a não ser aumentar o seu patrimonio.deixe nosso Prefeito trabalhar em paz.vc vai ficar em terceiro lugar vai perder até pro LP.vc deveria é ter vergonha na sua cara.
Visitante
Segunda, 15 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/