Sexta, 19 Julho 2024

Banco de Leite do Himaba promove campanha de doação de frascos de vidro

Banco de Leite do Himaba promove campanha de doação de frascos de vidro

Frasco de vidro com tampa de plástico que muitas vezes vai parar no lixo podem ajudar a salvar vidas no Banco de Leite Humano do Hospital Estadual Infantil e Maternidade Dr. Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha. Qualquer pessoa pode fazer a doação desses potes que serão utilizados para armazenamento de leite materno destinado à alimentação de bebês prematuros ou de baixo peso internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin).


Para fazer a conservação do leite materno doado e facilitar o trabalho de descongelamento do leite, os frascos de vidros de tamanho médio ou pequeno, tipo os de café solúvel, são os ideais. Também não acumulam cheiro e nem resíduos com o uso da tampa de plástico. Todos os potes doados passam por um processo de higienização.


Devido à pasteurização, processo de esterilização que envolve altas temperaturas e resfriamento súbito, estes potes se desgastam facilmente e necessitam de reposição constante.


De acordo com a responsável técnica pelo Banco de Leite do Himaba, Angélica Carvalho, houve ainda um aumento no número de doadoras de leite. “A doação desses frascos é importante porque a gente entrega para as doadoras coletarem o leite para a gente pasteurizar no hospital e dar para os bebês da Utin. Com o aumento no número de doadoras, ficamos sem esses recipientes para armazenar o leite cru. O ideal é que esses potes tenham entre 200 e 400 ml para facilitar o descongelamento. Nós já fazemos a compra de frascos do mesmo perfil para a pasteurização, o que precisamos é para entregar para as doadoras fazem a coleta adequadamente”, explicou.


Para doar, basta ir até o hospital, localizado a Avenida Ministro Salgado Filho, 918, Cristóvão Colombo, em Vila Velha.  O Banco de Leite do Himaba funciona todos os dias, inclusive sábados, domingos e feriados, sempre das 7h às 18h. O telefone de contato é o 3636-3151.


O Himaba


Mantido pelo Governo do Estado, o Hospital Estadual Infantil e Maternidade Dr. Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha, é administrado desde o dia 6 de novembro de 2019, pelo Instituto Gnosis, por meio de um contrato de gestão firmado com a Secretaria da Saúde (Sesa).


Em março do ano passado, o governo anunciou que realizaria uma auditoria nos hospitais estaduais administrados por Organizações Sociais (OSs), trabalho realizado pela Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont). O Himaba, em Vila Velha, administrado desde 2017 pelo IGH, foi o primeiro alvo da fiscalização, que constataram um rombo de, pelo menos, R$ 37 milhões em prejuízos aos cofres públicos, fruto de má gestão e irregularidades. Também foram constatadas prestação de contas na forma e no tempo inadequados e contratação de serviços com valores bem acima ao que permitia o contrato. 


A rescisão contratual previu a obrigação da Organização Social IGH quitar suas pendências e prestar contas dos recursos repassados em até 120 dias, devolvendo eventuais saldos não aplicados. Foram criadas duas comissões que irão apurar os bens e garantir a transição dos serviços.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 20 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/