Sábado, 04 Dezembro 2021

'Conceito de vacinação completa com duas doses é insuficiente'

nesio_fernandes_pronunciamento_FotoDivulgacao Divulgação

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, em pronunciamento na tarde desta terça-feira (23), reforçou a necessidade de aplicação da terceira dose da vacina contra Covid-19. "Conceito de vacinação completa com duas doses é insuficiente", disse, destacando a importância do reforço para os idosos e também para os adultos maiores de 18 anos que já tenham tomado a segunda dose há pelo menos cinco meses.

O gestor informou que 5% da população capixaba não se vacinou nem com a primeira dose, e esse grupo representa 33% das internações por Covid-19. A expectativa, relatou, é de que as microrregiões Centro-Oeste e Rio Doce, ainda nesta terça, alcancem 80% da população adulta vacinada, e, na semana que vem, a maioria das microrregiões atinja 90% dos adolescentes imunizados com a primeira dose.

Entretanto, destaca Nésio, a aplicação da terceira dose nos idosos "é o principal desafio mobilizador para alcançar todo o Espírito Santo como risco muito baixo", sendo necessário, para isso, combater as fake news. Também foi informado que, atualmente, existem 154 pessoas internadas por Covid-19 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) públicos.

O secretário destacou ainda uma tendência de queda no número de casos, internações e mortes, sendo que nos últimos 14 dias, quatro municípios tiveram variação positiva no que diz respeito aos óbitos e 19 em relação ao surgimento de novos casos. Nésio não especificou, no entanto, em quais cidades esses números foram alcançados.

Além disso, 80% da população adulta capixaba já foi vacinada, o que foi anunciado em tom de comemoração pelo governador Renato Casagrande (PSB) em suas redes sociais. "Marca para se comemorar, porém, nosso objetivo é vacinar todos os capixabas, pois só assim poderemos vencer definitivamente essa batalha", ressaltou.

Diante dos dados apresentados, Nésio descarta a possibilidade uma quarta onda da Covid-19 no Espírito Santo com repercussão nas atividades econômicas e sociais, o que, como recordou, não era o contexto do mês de agosto passado, diante da transmissão comunitária da variante Delta. Esta, aponta o secretário, encontrou proteção da cobertura vacinal nos grupos que mais evoluíam a óbito.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários: 1

Seu Madruga em Quarta, 24 Novembro 2021 12:48

Daqui a pouco vem a quarta, quinta, sexta ……milésima e o povo seguindo esses comunistas/globalistas como gado. Porque não te calas, toma vacina quem quer.

Daqui a pouco vem a quarta, quinta, sexta ……milésima e o povo seguindo esses comunistas/globalistas como gado. Porque não te calas, toma vacina quem quer.
Visitante
Sábado, 04 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/