Segunda, 18 Outubro 2021

​Espírito Santo anuncia compra de 500 mil doses da Coronavac

nesio_dimas_casagrande_FotoHelioFilho_Secom Helio Filho/Secom

O Espírito Santo foi o primeiro estado brasileiro a adquirir vacinas contra a Covid-19 sem o intermédio do Ministério da Saúde, por meio da compra direta de 500 mil doses da Coronavac, fabricada pelo Instituto Butantan, em São Paulo. Os imunizantes serão entregues no próximo dia 13 de setembro, acelerando a vacinação dos jovens acima de 18 anos, para quem serão destinados os imunizantes adquiridos. 

Com a compra das doses, anunciada pelo governador Renato Casagrande nesta sexta-feira (3), será possível destinar as vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde para a aplicação da terceira dose de pessoas a partir de 70 anos, cujo agendamento irá começar a partir da próxima segunda-feira (6). Os imunizantes a serem utilizados para isso serão os da Pfizer e da AstraZeneca.

O governador reiterou que não há problemas em se imunizar com vacina de fabricante diferente das duas primeiras doses já tomadas. De acordo com ele, existem cerca de 255 mil pessoas acima de 70 anos no Espírito Santo. Poderá receber a terceira dose somente quem tomou a segunda há pelo menos seis meses.

O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, que também participou do anúncio, sinalizou a possibilidade de disponibilizar, em 2022, para o Espírito Santo e outros estados, a Butanvac, vacina 100% brasileira fabricada pelo Instituto.

Casagrande informou que não há possibilidade de o Espírito Santo, por ter comprado as vacinas, receber menos doses do Ministério da Saúde. "Nosso estado tem direito na cota distribuída pelo Ministério", destaca. 

As vacinas foram adquiridas por R$ 29 milhões, sendo R$ 26,5 milhões o preço de aquisição e o restante correspondente ao transporte. O valor unitário da dose é de R$ 52,90.

Adolescentes

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, afirmou que a aquisição das vacinas não irá alterar o início da vacinação dos adolescentes sem comorbidades, prevista para o próximo dia 15. Antes serão imunizados os adolescentes aldeados e com comorbidades.

Perspectivas

A perspectiva, afirma Nésio, é de que no final de setembro todos adultos maiores de 18 anos estejam vacinados pelo menos com a primeira dose. Até o final de novembro, acredita o gestor, o Espírito Santo já contará com 100% das pessoas que compõem esse grupo vacinadas com as duas doses.

Em dezembro, espera-se que todos os idosos já tenham tomado a terceira dose de reforço e que haja conclusão da segunda dose dos adolescentes.
"Há possibilidade de que no Natal já esteja completo no Estado todo o esquema vacinal de pessoas aptas a serem vacinadas", projeta.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/