Segunda, 15 Agosto 2022

Espírito Santo defende aplicação de imunizantes diferentes para Covid-19

nesio_fernandes_2_reproducao Reprodução

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), segundo o gestor da pasta, Nésio Fernandes, defende a aplicação de vacinas heterólogas, ou seja, a utilização de imunizantes de fabricantes diferentes na primeira e na segunda dose da vacinação contra Covid-19. "O Espírito Santo apoia que essa postura seja adotada no Brasil diante da ampla disponibilidade de doses da Pfizer", diz, destacando que a primeira dose pode ser da AstraZeneca e a segunda da Pfizer.

A informação foi dada em entrevista coletiva realizada na tarde desta segunda-feira (16). O assunto, afirma o secretário, é discutido nacionalmente.

Ele disse ainda que todos imunizantes do Plano Nacional de Imunização (PNI) precisam de reforços. "Isso não é demérito para nenhum imunizante", salienta, defendendo a possibilidade de terceira dose para os idosos. "O sistema imune responde melhor com reforços vacinais", explica.

O secretário também informou que 96,68% dos óbitos por Covid no Espírito Santo foram em pessoas sem esquema vacinal completo, sendo que nos meses de março, abril e maio, 221 pessoas que tomaram a primeira dose faleceram. Além disso, 147 mil deixaram de tomar a segunda dose de alguma das vacinas.

A expectativa, afirma, é de que cheguem, durante o mês de agosto, 1,1 milhão de doses. De acordo com o subsecretário de Vigilância Sanitária em Saúde, Luiz Carlos Reblin, na semana passada chegaram ao Estado cerca de 600 mil doses. Na tarde desta segunda-feira, o Ministério da Saúde enviou 145 mil doses da Pfizer/BioNtech na parte da manhã e 62,8 mil da AstraZeneca (Fiocruz/Oxford).

Quanto às testagens, Reblin afirmou que, além dos terminais da Grande, haverá outros pontos de coleta no interior, mas não especificou em quais cidades.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 16 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/