Sexta, 27 Mai 2022

‘Há uma explosão de infecções e óbitos já cresceram’, alerta Casagrande

renato_casagrande_21_janeiro_reproducao Reprodução
Em pronunciamento feito nesta sexta-feira (21), o governador Renato Casagrande (PSB) anunciou que, na próxima semana, juntamente com a sociedade civil, irá discutir novas medidas de restrição para redução da transmissão da Covid-19, mas não especificou exatamente quais. A iniciativa está sendo motivada diante da predominância da variante Ômicron, que aumentou o número de casos, internações e óbitos, fazendo com que o Mapa de Risco, que antes mostrava todos os municípios em Risco Baixo, apresente cinco em Risco Moderado.
Imagem: Sesa

 As cidades em Risco Moderado são Serra e Vila Velha, na Grande Vitória; e Sooretama, Mantenópolis e Alto Rio Novo, no norte. O 91º Mapa de Risco entra em vigência nesta segunda-feira (24) até o domingo (30). Casagrande recomendou que, nessas localidades, os empreendedores exijam o passaporte da vacina para que os clientes acessem o local.

Imagem: Sesa

O governador informou que a Taxa de Transmissão (RT) da Covid-19 está perto de quatro. Embora tenha "efeito menor em internações e óbitos", a variante Ômicron, segundo o gestor, já fez com que o Espírito Santo registrasse quatro óbitos por dia na média móvel dos últimos 14 dias, e cinco na média móvel de sete dias.

O aumento no número de óbitos e de internações em leitos de enfermaria e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), de acordo com Casagrande, é menor do que o de infectados, mas ainda assim, alerta, há pressão no sistema de saúde e é preciso romper o processo de transmissão do vírus. "A Ômicron interna menos e leva a menos óbitos, mas interna e leva a óbito. Há pessoas morrendo por causa da variante", destaca.

O gestor também informou que neste sábado (22) começa a imunização das crianças de seis a 11 anos com a vacina Coronavac, uma vez que, nessa quinta-feira (20), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou sua utilização no público infantil. A vacina da Pfizer está sendo usada nas crianças a partir de cinco anos.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários: 1

Seu Madruga em Sexta, 21 Janeiro 2022 22:29

Não entendi esse fecha tudo, as vacinas não servem para imunizar? Conta outra governador, não venha querer fechar tudo e quebrar o restante do comércio.

Não entendi esse fecha tudo, as vacinas não servem para imunizar? Conta outra governador, não venha querer fechar tudo e quebrar o restante do comércio.
Visitante
Sexta, 27 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/