Dólar Comercial: R$ 5,27 • Euro: R$ 6,40
Quinta, 05 Agosto 2021

Idosos de 75 a 79 anos começam a ser vacinados ainda esta semana no Estado

vacinacao_tania_rego_abr Tania Rego

Mais 50,2 mil doses de vacina estão previstas para chegar ao Espírito Santo até esta quinta-feira (11). Assim, será possível concluir a vacinação de pessoas de 80 a 84 anos e dar início aos idosos da faixa etária entre 75 e 79. O anúncio foi feito pelo governador Renato Casagrande, na manhã desta terça-feira (9), em suas redes sociais.

Ao todo, foram recebidas até agora 316,6 mil doses de vacina pelo Espírito Santo, sendo 199,7 mil aplicadas em primeira dose e 89,7 mil na segunda, com foco no grupo prioritário, que contempla trabalhadores da saúde; idosos de 80 a 84, de 85 a 89, e acima de 90; indígenas; idosos em instituições de longa permanência; e pessoas com deficiência que habitam residências inclusivas.

O grupo prioritário conta com 218,4 mil pessoas, sendo que indígenas, idosos que habitam instituições de longa permanência e pessoas com deficiência abrigadas em residências inclusivas já receberam ambas as doses. Entre os trabalhadores da saúde, 91% receberam a primeira dose e 59% a segunda. Idosos de 80 a 84 e de 85 a 89 anos ainda não começaram a segunda fase da imunização, sendo que este último já está 100% imunizado na primeira dose. Os acima de 90 também foram todos vacinados na primeira dose, restando 35% na segunda.

Negociações diretas com laboratórios

Conforme anunciado pelo secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, nessa segunda-feira (8), a partir deste mês de março, os estados irão receber semanalmente um quantitativo de doses. Os comunicados serão feitos às terças-feiras, com distribuição às quartas e quintas. Mas ainda não há um calendário informando o quantitativo semanal de doses, caracterizando o que os gestores classificaram como uma "estratégia flutuante" do Ministério da Saúde e do governo federal. "Ainda não é possível fazer um planejamento organizado, como gostaríamos", lamentou Nésio.

Por isso, o Espírito Santo tem mantido ativas as negociações diretas com laboratórios para compra de vacinas, que de acordo com ele, estão em franco andamento. Com os laboratórios, segundo o secretário, "já foram esclarecidas todas as questões" e há contatos sendo feitos com diversas embaixadas e indústrias.

"Procuramos não estabelecer relações com intermediários. Há uma quantidade muito grande de pessoas que se apresentam como fornecedores. Não iremos cometer nenhum risco de submeter nossa condução de enfrentamento à pandemia a qualquer risco em negociação", afirmou, acrescentando um alerta que a Sesa tem emitido aos municípios que realizam negociações para compras diretas de imunizantes. "Já identificamos situações de alto risco nas negociações no que diz respeito à compra de vacinas".

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 05 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/