Sábado, 20 Julho 2024

Influenza: campanha de vacinação é prorrogada até o fim do estoque

vacinainfluenza_sesa Sesa
A Campanha de Vacinação contra a Influenza foi prorrogada até o fim do estoque das doses nos municípios. A orientação é do Ministério da Saúde, por meio do Ofício Circular Nº 169/2024. O órgão federal havia indicado o encerramento para a última sexta-feira (31).

O Espírito Santo recebeu 1,3 milhão de doses, distribuídas aos 78 municípios capixabas. Até agora, foram aplicadas pouco mais de 700 mil doses. O Estado apresenta uma cobertura vacinal de 42,9% dos grupos prioritários. A meta preconizada é de 90%.

Até a semana epidemiológica (SE) 21 (até 25 de maio), foram confirmados 301 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por Influenza e 26 óbitos.

Diante disso, embora a campanha tenha sido ampliada para toda população acima de seis meses de idade, a Secretaria da Saúde (Sesa) ressalta ainda a importância dos grupos prioritários continuarem se vacinando, uma vez que é a população mais vulnerável ao caso grave da gripe. Estão incluídos, neste caso, crianças de 6 meses a menores de 6 anos; indígenas vivendo em terras indígenas; gestantes; puérperas; trabalhadores de saúde; professores; e idosos (60 anos ou mais).

Em 2023, o Espírito Santo ficou abaixo dos 90% de cobertura ideal preconizada pelo Ministério da Saúde em relação à imunização contra a Influenza. Com o índice de 54%, teve a 7ª pior cobertura do País. Nos anos anteriores, o Estado figurou entre as melhores coberturas entre os estados brasileiros. O governo capixaba atribuiu a baixa adesão e cobertura à disseminação de desinformação.

Este ano, a vacinação contra a influenza começou em março e acontece neste primeiro semestre do ano nas regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, enquanto no Norte será no segundo. A mudança inédita na estratégia, desde 2023, busca atender às particularidades climáticas da região, que inicia no período do Inverno Amazônico, quando há maior circulação viral e de transmissão da gripe.

A composição da vacina é destinada a proteger contra a Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. O imunizante age para estimular a produção de anticorpos contra o vírus. Quem tomou o imunizante em 2023 ou nos anos anteriores também deve receber a vacina atualizada.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 20 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/