Terça, 16 Agosto 2022

Moradores de Guarapari enfrentam dificuldades para realizar teste de Covid-19

upaguarapari-1 Sara de Oliveira
Sara de Oliveira

A nova alta de casos de Covid-19 no Espírito Santo também aumentou a procura por testes nos municípios. Em Guarapari, a prefeitura reabriu o centro de testagem esta semana, mas o local só funciona às quartas-feiras. Nas Unidades Básicas de Saúde, a estrutura não é compatível com a demanda e moradores, muitas vezes, voltam para casa sem conseguir fazer o exame.

Na última sexta-feira (24), quem foi ao posto Arnaldo Magalhães, por exemplo, não conseguiu fazer o teste de Covid-19. A este Século Diário, funcionários informaram que a enfermeira responsável por fazer as coletas estava de atestado médico e não havia mais nenhum profissional para substitui-la.

A unidade de saúde fica localizada em Muquiçaba e, em tese, deveria oferecer testes às segundas e sextas-feiras entre 13h e 15h30, mas o que ocorre, na prática, é que as vagas acabam antes desse horário, em razão da alta demanda. Os problemas se repetem em outras unidades de saúde, de acordo com informações das próprias funcionárias.

Uma moradora, que preferiu não se identificar, conta que também não conseguiu fazer o teste no posto de saúde Dr. Roberto Calmon, no Centro de Guarapari, na sexta-feira. Mesmo chegando ao local antes do horário previsto pela prefeitura, a paciente foi orientada a procurar pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

"Quando eu cheguei lá, já tinham distribuído 15 senhas antes do horário. Tinha pessoas que, às 10 horas, já tinham recebido ficha, o que não foi noticiado pela prefeitura. Quando chegou na 15ª pessoa, eles pararam de fazer os testes, alegando que tinha 13 positivados e a médica não teria tempo para atender todos os pacientes, porque estava dando um número muito grande de positivados", ressalta a moradora.

A demanda também é alta na única UPA 24h do município, onde o problema é o tempo de espera. Neste sábado (25), apenas uma sala estava disponível para testagem, onde duas profissionais de saúde faziam os exames. Além da demora de cerca de até três horas para atendimento, moradores com suspeita de Covid-19 dividiam espaço com pacientes de outras urgências.

Sara de Oliveira

Esta semana, a prefeitura até reabriu o Centro de Testagem de Covid-19, em Muquiçaba, mas o local só funciona às quartas-feiras, entre 13h e 17h. Nas unidades de saúde dos bairros, o teste é oferecido às segundas e às sextas-feiras, enquanto na Unidade de Pronto Atendimento (Upa-24h) do município, o teste é oferecido aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 11h e das 13h às 17h.

O município informou que, na próxima segunda-feira (27), vai abrir agendamento para realização de testes de antígeno na terça (28) e quinta-feira (30). Os exames serão feitos no Centro de Testagem, aberto em Muquiçaba. Já o agendamento deve ser feito no site da prefeitura, a partir das 16h. "Devido ao feriado municipal, nesta quarta (29), não haverá testagem no município", informou.

MPES recomendou garantia ao acesso

No último dia 10, o Ministério Público do Espírito Santo (MPES) enviou uma notificação recomendatória para a garantia da testagem dos municípios. O documento foi direcionado ao presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), Victor Coelho (PSB), com orientação de encaminhamento para todos os prefeitos capixabas.

A recomendação é que os municípios garantam o acesso aos testes em toda a rede de atenção primária à saúde (APS) e em outros pontos complementares, por livre demanda, sem necessidade de prescrição médica. O órgão também recomenda que a testagem e notificação dos casos sejam disponibilizadas obrigatoriamente nos serviços de urgência e emergência dos municípios.

Situação em outros cidades

Municípios da Grande Vitória reabriram pontos de testagem para tentar atender à demanda da quinta onda da Covid-19. Na capital capixaba, a prefeitura voltou a oferecer testes no Ginásio Tancredão, de segunda a sexta-feira. São 200 vagas, diariamente, para a realização do teste rápido. Os exames também são realizados no Centro de Testagem, localizado na Ilha de Santa Maria.

Nos finais de semana e feriados, o teste rápido pode ser feito nas Unidades de Saúde da Praia do Suá, Conquista, Santo Antônio, Maria Ortiz, Maruípe e Jardim Camburi, das 7h às 19h.

Em Cariacica, durante a semana, a testagem também é feita nas Unidades Básicas de Saúde, das 8h30 às 16 horas. Aos finais de semana e feriados, os testes são realizados nos pronto atendimentos: Nova Rosa da Penha I (7h às 17h); Bela Vista (7h às 17h); Flexal (7h às 19h); e Trevo de Alto Lage (24 horas).

Na Serra, o teste é disponibilizado em todas as Unidades Básicas (exceto Chácara Parreiral e Planalto Serrano A) e Regionais de Saúde (exceto Feu Rosa), de segunda a sexta-feira, "de acordo com o horário e a capacidade técnica de cada local", informou a prefeitura, que também realiza os exames no Laboratório Central Municipal, de segunda a sexta, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.

O Governo do Estado também ampliou a disponibilização de testes sem agendamento na Grande Vitória. Os exames podem ser feitos no Terminal de Laranjeiras, na Serra, de segunda-feira a sexta-feira. Os testes também estão disponíveis por livre demanda na Rodoviária de Vitória, entre 8h e 17h.

A prefeitura de Vila Velha foi procurada, mas não enviou as informações até o fechamento desta matéria.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 16 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/