Sexta, 12 Julho 2024

Mutirão de vacinação em Cariacica registra aglomeração na área externa

vacina_leonardo_sa_5 Leonardo Sá
É necessário intensificar a orientação à população, para que respeite o horário agendado para a vacinação contra Covid-19, não se antecipando demasiado à hora marcada, e para que evite levar acompanhantes, caso não seja estritamente necessário.

As sugestões foram feitas por leitores de Século Diário que participaram do mutirão de imunização realizado nesta quinta-feira (24) pela Prefeitura de Cariacica, no Estádio Kleber Andrade.

A ação integrou o calendário de atividades em comemoração ao aniversário de 131 anos de emancipação do município. A previsão era de imunizar 6,5 mil pessoas sem comorbidades com 40 anos ou mais com a primeira dose da vacina, a partir de agendamento feito na segunda-feira (21).
Foto leitor

"Tem gente agendado para 10 horas, que chegou às 7h. E muita gente trazendo a família, duas, três pessoas acompanhando", relatou um leitor, impactado pelo grande número de pessoas aglomeradas do lado de fora do estádio, enquanto esperam serem chamadas, de acordo com o horário agendado.

Além da conscientização prévia da população, talvez no momento do agendamento, os leitores entendem ser necessário também a presença de mais servidores para organizar as pessoas no local dos mutirões e vacinações.
Foto leitor

"Não vi quase ninguém da prefeitura. Só três bombeiros praticamente para organizar tudo, com megafone, tentando falar com a multidão. A Guarda Municipal estava lá, mas não vi fazer muita coisa. Eu mesmo tentei ajudar a orientar e organizar, mas foi difícil", descreveu.

Foto leitor

O resultado da falta de consciência, fiscalização e organização foi a ausência de distanciamento social no lado externo, o risco de contaminação, e muitas desistências. "Tem gente que já desiste logo que chega e vê a fila e a aglomeração, vai embora sem se vacinar", relata.

Foto leitor

Dentro do estádio, onde foram instaladas efetivamente as salas de vacinação, felizmente, o distanciamento social e a organização reinaram, sendo rápido o processo de aplicação do imunizante. "Do lado de dentro, aplicando as vacinas, tinha bastante gente e consegue ser atendido rápido".

O jornal também recebeu relatos de aglomerações semelhantes formados recentemente em locais de vacinação no município da Serra, pelo mesmo motivo: pessoas chegando muito cedo e acompanhadas de familiares. Em Nova Carapina II, mesmo dentro da unidade de saúde, houve grande tempo de espera, devido ao enorme volume de agendamentos permitido pelo sistema para o mesmo horário.

As situações devem acender o alerta para que as prefeituras distribuam melhor os horários de vacinação, para evitar longas esperas, que faça orientação prévia sobre a necessidade respeitar o horário e não levar acompanhar e que, especialmente nos mutirões, disponibilizem equipes para ajudar a organizar a multidão. Para a população, a responsabilidade é em cumprir o horário agendado e, sempre que possível, ir sozinho receber sua dose de imunizante contra a Covid-19.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 13 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/