Quarta, 27 Outubro 2021

Novo Mapa de Risco mostra estabilidade de casos, aponta Casagrande

renato_casagrande_1_secom Secom
Sesa

O 46º Mapa de Risco, divulgado nesta sexta-feira (26), mostra o mesmo número de municípios em risco alto, moderado e baixo para Covid-19 em relação à última classificação, o que representa estabilidade de casos no Espírito Santo, como apontou o governador Renato Casagrande.

A situação, porém, não pode resultar em afrouxamento das medidas de proteção, como usar álcool em gel, máscara e evitar aglomerações, ressaltou. Ele alertou que o Estado perde cerca de 20 pessoas por dia para a Covid-19 e salientou que, nessa quinta-feira (25), o Brasil registrou 1.582 óbitos, o maior número durante toda a pandemia, com vários estados já em colapso nas redes de saúde.

No atual Mapa, válido da próxima segunda-feira (1) até o dia 7, somente Piúma, no sul do Estado, permanece com risco alto para Covid. Ao todo, são 36 em risco moderado e 41 em risco baixo. 

Casagrande também reforçou que ainda não há vacinas disponíveis para aquisição por parte dos estados, mas, se houver, o Espírito Santo irá adquiri-las, e que as doses que o estado têm recebido são pequenas, mas estão sendo encaminhadas rapidamente para que os municípios façam a imunização.

Ele também falou da necessidade de ampliação das testagens. Para isso, afirma, estarão à disposição, a partir da semana que vem, 62 mil testes de antígeno, doados pela Organização Panamericana de Saúde. Tratam-se de testes que permitem identificar com rapidez a contaminação por Covid-19. Outros 250 mil serão comprados pela gestão pública estadual. Além disso, foram adquiridos também 4 mil oxímetros para medir oxigenação do sangue.

Imagem: Sesa
No atual Mapa, estão em risco moderado Afonso Cláudio, Águia Branca, Anchieta, Aracruz, Baixo Guandu, Boa Esperança, Brejetuba, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Domingos Martins, Ecoporanga, Fundão, Governador Lindenberg, Guarapari, Ibatiba, Ibiraçu, Iconha, Jerônimo Monteiro, João Neiva, Linhares, Marilândia, Pedro Canário, Presidente Kennedy, Rio Bananal, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São José do Calçado, São Mateus, Vargem Alta, Viana, Vila Pavão, Vila Valério, Vila Velha e Vitória.

Os municípios de risco baixo são Água Doce do Norte, Alegre, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Apiacá, Atílio Vivácqua, Barra de São Francisco, Bom Jesus do Norte, Castelo, Colatina, Conceição da Barra, Conceição do Castelo, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibitirama, Irupi, Itaguaçu, Itapemirim, Itarana, Iúna, Jaguaré, Laranja da Terra, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Montanha, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Nova Venécia, Pancas, Pinheiros, Ponto Belo, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina, São Roque do Canaã, Serra. Sooretama e Venda Nova do Imigrante.

A Matriz de Risco de Convivência considera no eixo de ameaça: o coeficiente de casos ativos por município dos últimos 28 dias, além da quantidade de testes realizados por grupo de mil habitantes e a média móvel de óbitos dos últimos 14 dias. Já o eixo de vulnerabilidade considera a taxa de ocupação de leitos potenciais de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, isto é, a disponibilidade máxima de leitos para tratamento da doença. 

O Mapa de Risco segue as orientações dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e recomendações da equipe de especialistas do Centro de Comando e Controle (CCC) Covid-19 no Espírito Santo, que é composto pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria da Saúde (Sesa), Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). As decisões adotadas pelo Governo do Estado seguem parâmetros técnicos.

Painel Covid

O Espírito Santo registrou 1.183 casos da doença nas últimas 24 horas e 26 mortes nesse mesmo período. Durante toda a pandemia, 324.226 casos foram confirmados e 6.388 pessoas morreram.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários: 3

big big em Domingo, 28 Fevereiro 2021 10:04
big red house em Domingo, 28 Fevereiro 2021 10:06

governo ta de olho na fundação (OS) que estão colocando dentro dos hospitais capixabas, para poder fazer a farra com a grana pública... e na surdina sem ninguém ( população e imprensa) saber... vai vendo....

governo ta de olho na fundação (OS) que estão colocando dentro dos hospitais capixabas, para poder fazer a farra com a grana pública... e na surdina sem ninguém ( população e imprensa) saber... vai vendo....
Agmarcarioca em Domingo, 28 Fevereiro 2021 18:30

OS e um cancer aqui no Rio e uma mafia,espera Sergio Meneguelli vem ai,o que disputar vence chega de politicagem velha,conheço Serginho a 44 anos desde a epoca que ele morava ao lado da oficina lacevagem no bairro lace eu ainda menino trabalhava junto com meu primo vereador Marlucio de Colatina ,governador vamos cuidar do estado e deixar a questao da saude com o secretario de saude

OS e um cancer aqui no Rio e uma mafia,espera Sergio Meneguelli vem ai,o que disputar vence chega de politicagem velha,conheço Serginho a 44 anos desde a epoca que ele morava ao lado da oficina lacevagem no bairro lace eu ainda menino trabalhava junto com meu primo vereador Marlucio de Colatina ,governador vamos cuidar do estado e deixar a questao da saude com o secretario de saude
Visitante
Quarta, 27 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/