Quinta, 26 Mai 2022

Projeto Saúde Coletiva oferta testes de HIV em terminais de ônibus

gold-ed Governo do Estado
Foto: Governo do Estado

O Grupo Orgulho, Liberdade e Dignidade (Associação Gold), em parceria com a Secretaria Estadual de Direitos Humanos (SEDH), está ofertando, por meio do Projeto Saúde Coletiva, testes rápidos de HIV/Aids gratuitos em terminais do Transcol de Cariacica. Com início esta semana no terminal Campo Grande, o projeto também será realizado no terminal Itacibá, com a oferta de preservativos e encaminhamento para as unidades de referência.

"É uma estratégia de desinstitucionalização da testagem nos equipamentos de saúde (...) A gente tem pessoas que saem de manhã cedo pra trabalhar e só voltam a noite, mas circulam por esses terminais de ônibus da Grande Vitória. Então é o momento que a pessoa pode ter acesso a esse tipo de testagem que não teria na correria do dia-a-dia", explica o coordenador do projeto e presidente da Associação Gold, Diego Peruch.

O resultado é disponibilizado em um prazo de 15 a 20 minutos. Caso o teste dê positivo, a pessoa já é encaminhada para um serviço de saúde. "Tão importante quanto ficar sabendo, fazer a testagem, é dar início ao tratamento imediato para poder zerar a carga viral porque, zerando a carga viral, a pessoa não transmite mais o HIV para outras pessoas. E claro, é importante pra saúde da própria pessoa", enfatiza Diego.

Além de oferecer mais pontos de testagem na Grande Vitória, a ação nos terminais possibilita um diálogo maior com as pessoas que passam pelo local. Diego conta que a equipe presente nos terminais tira dúvidas sobre medidas de prevenção, além de socializar informações sobre outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST's).

"A gente chama de estratégia extramuros e de educação entre pares. A gente tem uma médica que é profissional de saúde, mas também temos os agentes de prevenção que têm uma linguagem mais próxima da população. E isso pode gerar uma maior facilidade de diálogo porque, às vezes, alguns profissionais de saúde usam uma linguagem muito técnica, ou então têm uma visão heteronormativa de questões relacionadas à sexualidade ", ressalta.

Dados da Secretaria da Saúde (Sesa) indicam 813 novos casos de HIV/Aids notificados no Espírito Santo em 2020, sendo 615 em pessoas do sexo masculino (75,6%). Já o Ministério da Saúde informou, em dezembro, que 694 mil pessoas estão em tratamento para a doença no Brasil.

O Projeto Saúde Coletiva conta também com o apoio da Secretaria da Saúde (Sesa) e a ideia é que, nos próximos quatro meses, o trabalho seja intercalado entre os terminais de Itacibá e Campo Grande, sempre das 14h às 17h. Para fazer o teste, é preciso informar o número do CPF e preencher as informações de contato.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 27 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/