Quinta, 18 Agosto 2022

Uso de máscara deve virar lei no Espírito Santo

mascara_terminal_onibus_secom Secom
Secom

Mesmo constando em decreto estadual e em decretos municipais, a obrigatoriedade do uso de máscaras nas ruas e estabelecimentos públicos e privados vai ser tema de um projeto de lei que a Procuradoria Geral do Estado (PGE) prepara para enviar à Assembleia Legislativa em breve. 

O objetivo, ressaltou o governador Renato Casagrande (PSB) em pronunciamento na noite desta segunda-feira (4) em suas redes sociais, é fomentar o debate sobre essa importante medida de controle à transmissão do novo coronavírus. "Vou enviar o Projeto de Lei, que vai promover um debate entre os trinta parlamentares e a sociedade", ressaltou. "A orientação é pelo uso de máscara no Estado todo, na rua, nos estabelecimentos, por quem vende e quem compra", resumiu. 

No PL, entre outras determinações, constará a previsão de penalidades para as empresas, indústrias e prestadores de serviço. Segundo adiantou Casagrande, a proposta da PGE será para que seja responsabilidade do comerciante exigir que o vendedor e os clientes estejam de máscara, que seja dever do dono da indústria fornecer máscaras para seus trabalhadores e exigir que os mesmos as usem, e que caiba aos prestadores de serviços a exigência aos seus funcionários e clientes durante os atendimentos.

O mesmo vale para o transporte público. Caso um ônibus se movimente tendo algum passageiro sem máscara, a empresa proprietária do coletivo será penalizada. "No transporte público não há distância de dois metros entre as pessoas, a máscara reduz muito a possibilidade de contágio", explicou Casagrande.

Nesse sentido, o governo do Estado iniciou, na manhã desta segunda-feira (4), a distribuição de um milhão de máscaras aos passageiros do sistema Transcol. A primeira ação foi no terminal de Campo Grande, em Cariacica. Os passageiros abordados receberam uma sacola com duas máscaras e um panfleto orientando como usar e mantê-la limpa. Os agentes de distribuição vestiam uma camiseta com o slogan "A prevenção é um ato coletivo. Use máscaras no transporte coletivo".

As próximas ações serão nos terminais de: Laranjeiras (terça-feira, 5); Vila Velha (quarta-feira, 6); e Itacibá/Cariacica (quinta-feira, 7), sempre no horário de "pico da manhã". Na próxima semana, será a vez dos terminais Carapina/Serra, Ibes/Vila Velha, Jacaraípe/Serra, São Torquato/Vila Velha e Jardim América/Cariacica. Depois, a distribuição segue um rodízio entre os terminais até a completa distribuição das máscaras.

Além da máscara, os passageiros devem apenas viajar sentados e nunca em pé, e manter distância mínima de 1,5m nas filas de espera para os coletivos, evitando assim o risco de transmissão do vírus.

Mais 143 confirmações e oito mortes

O Painel Covid-19 desta segunda-feira registrou a confirmação de mais 143 casos e morte de mais oito pessoas pela doença no Estado, totalizando 3.351 casos confirmados e 123 óbitos. 

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), os últimos oito óbitos são: dois homens, de 46 e 43 anos, moradores da Serra; uma mulher de 88 anos, moradora da Serra; um homem de 49 anos, morador de Fundão; uma mulher de 83 anos, moradora de Vila Velha; um homem de 52 anos, morador de Cariacica; e duas mulheres, de 91 e 69 anos, moradoras de Vitoria.

"Nessa fase exponencial da doença, temos que ter mais cuidado", conclamou o governador, lembrando a necessidade de manter o isolamento das pessoas de grupo de risco, do distanciamento social por todos, ficando em casa ao máximo possível e, sendo necessário sair, que seja com máscara e mantendo distância das outras pessoas, além da higienização das mãos. "Queremos reduzir as mortes no Espírito Santo. Queremos preservar vidas!", exclamou.

"Muita gente não desenvolve sintomas, mas cada um de nós tem que ser uma barreira à transmissão do vírus. O Isolamento social nesse fim de semana foi de 50% no sábado e de 55% no domingo. Sempre aumenta um pouco mesmo, no fim de semana, mas ainda vimos muita gente se aglomerando, sem máscara, muita gente interagindo, nas praias...é preciso que cada um dê sua contribuição pessoal, no convencimento. É nosso compromisso com a nossa vida e a de outras pessoas, inclusive as pessoas que amamos", rogou. .

50 mil testes

Lembrando que o Espírito Santo é o estado que mais testa para coronavírus no Brasil – cerca de 3,5 mil testes por milhão de habitantes – o governador também informou que os 52,8 mil testes PCR comprados da China já estão no Laboratório Central Saúde Pública do Espírito Santo (Lacen/ES) e se somam a outros 50 mil, totalizando 90 mil testes prontos para uso.

De acordo com o subsecretário de Estado de Administração e Financiamento de Atenção à Saúde, Rafael Grossi, o Estado contou com o apoio de uma empresa, que realizou o traslado para a elaboração de uma nova rota para retirada da carga do país de origem. "Executamos uma rota nova para que evitássemos quaisquer espécies de confisco devido à importância do material diante do cenário mundial", disse.

A carga saiu da China no dia 26 de abril, a caminho de Hong Kong, uma opção devido à superlotação dos aeroportos chineses e reprogramações de voos que estavam acontecendo no país. De Hong Kong, a carga passou por Amsterdã, na Holanda, até chegar ao Brasil, com desembarque em Guarulhos (São Paulo), na última quinta-feira (30).

Devido à limitação nos voos com destino à Vitória, os testes foram escoltados até o Estado via transporte terrestre. Nesta segunda-feira, a carga recebeu liberação por parte da Receita Federal e será encaminhada ao Lacen/ES.

Toda a operação logística foi realizada pelo Governo do Estado e três empresas capixabas. A Medlog Consultoria e Logística Aduaneira, com a liberação da carga na China e no Brasil; a Radar Logistics, pelo transporte aéreo da mercadoria até o Brasil e, a Sgaria, uma das responsáveis pela compra.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 18 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/