Segunda, 18 Outubro 2021

Vacinação de pessoas com comorbidades pode começar nesta semana no ES

covid_rania_rego_abr Rania Rego/abr

O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, informou nesta segunda-feira (26) que há possibilidades de a vacinação das pessoas com comorbidades ter início ainda nesta semana. Isso pode acontecer, segundo ele, devido ao fato de que a imunização da população adulta com mais de 60 anos, por meio da primeira dose, pode ser 100% concretizada nos próximos dias em diversos municípios capixabas.

A resolução que irá definir os procedimentos de vacinação após a população idosa será divulgada até esta quarta-feira (28). 

O subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, que também participou da coletiva de imprensa desta segunda, esclareceu informações divulgadas por veículos de imprensa nacionais de que nos municípios de Vila Velha e Serra, na Grande Vitória; e Linhares, no norte; foram aplicadas doses de vacinas vencidas. A informação, de acordo com Reblin, não procede. O que aconteceu, explica, é que houve erro no registro do lote, o que já está sendo corrigido.

Quanto às informações de que cerca de 500 pessoas no Espírito Santo receberam vacinas de fabricantes diferentes na primeira e na segunda dose, Nésio Fernandes afirmou que isso é inaceitável, cabendo aos municípios apurar o ocorrido com processo administrativo. A apuração, defende, também dever ser feita junto aos conselhos profissionais.

Reblin falou, ainda, que não há registro de reações à vacina no Espírito Santo, como a formação de trombose. "Existem registros leves, como dor no local onde a pessoa foi vacinada, febre, o que já é esperado quando a pessoa recebe a imunização", diz.

Testes de antígeno

A partir desta segunda-feira, serão disponibilizados no Painel Covid o total de testes feitos em cada um dos municípios capixabas. "As pessoas poderão acompanhar a evolução da testagem e perceber a adesão do município ao teste básico de antígeno", informa Nésio.

Ventiladores

Outro anúncio feito foi sobre a aquisição de 230 novos ventiladores, que, segundo o secretário, possibilitarão a abertura de mais 150 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede estatal, sendo os demais para reserva técnica e abertura de outros tipos de leitos, como os de enfermaria. 

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/