Dólar Comercial: R$ 5,27 • Euro: R$ 6,40
Sábado, 15 Mai 2021

‘Vamos trabalhar para, cumprido o cronograma, ter vacinas para todos e salvar vidas’

renato_casagrande_reuniao_pazuelo_helio_filho Helio Filho/Secom
Helio Filho/Secom

Finalmente o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, apresentou um cronograma de distribuição de doses de vacinas contra a Covid-19 em todo o país, até o final deste ano. A notícia foi o fato mais importante da reunião realizada na tarde desta quarta-feira (17) com os gestores estaduais, como declarou o governador Renato Casagrande (PSB), que também destacou o tema de habilitação de mais leitos hospitalares para pacientes atingidos pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

"Os dois temas mais importantes foram o cronograma de distribuição de vacinas e a habilitação de leitos de UTI e enfermaria pra tratamento de Covid-19", disse Casagrande, em vídeo compartilhado em suas redes sociais.

Em janeiro, informou o governador, citando o ministro, foram distribuídas 10,7 milhões de doses. Em fevereiro serão mais 11,3 milhões. "Algumas já chegaram, mas a maioria vai chegar ainda até o final do mês", explicou. Para março, a previsão é de 46 milhões de doses, mais 57 milhões em abril, 46 milhões em maio e 42 milhões em junho.

"Uma previsão até o final do ano para poder de fato vacinar todos os brasileiros e todos os capixabas. É tudo o que a gente quer nesse momento", ressaltou, lembrando que há países em que a imunização tem acontecido com mais velocidade, mas que a chegada do cronograma brasileiro ajuda a "ter clareza de quando teremos as vacinas".

Agora, salientou, "vamos trabalhar para que a gente possa, cumprindo esse cronograma, de fato chegar a vacina pra todos os capixabas e a gente salvar vidas. É isso que nós desejamos".

Sobre o credenciamento de leitos hospitalares, Casagrande disse que foi solicitada ajuda para manter e ampliar leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria, "para dar condições dignas de tratamento a todos que precisam neste momento", mas não deu detalhes sobre o que foi decidido.

Fevereiro

A previsão é de que a remessa do mês de fevereiro seja complementada na próxima semana. Até lá, o Estado só tem doses para a vacinação dos trabalhadores da saúde e pessoas com 90 anos ou mais, visto que as doses em estoque equivalem à demanda pela segunda aplicação nas pessoas que receberam a primeira dose da Coronavac. 

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) explicou que todas as primeiras doses da Coronavac já foram distribuídas para os municípios e, em alguns deles, todas já foram aplicadas em sua totalidade, do quantitativo destinado a aplicação da primeira dose no público alvo pré-estabelecido. Já em relação ao imunizante da AztraZeneca, como determinado pelo Ministério, foi distribuído todo o quantitativo.

Com a confirmação da liberação de mais doses da Coronavac pelo Instituto Butantan na próxima semana, a Sesa decidiu adiantar a vacinação das pessoas com menos de 90 anos, utilizando essa reserva, conforme informado pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, em coletiva de imprensa realizada horas antes da reunião dos governadores com o ministro Pazuello.

Veja mais notícias sobre Saúde.

Veja também:

 

Comentários: 1

Agmarcarioca em Sexta, 19 Fevereiro 2021 22:34

Sergio Meneguelli nao falava em vacina deixava para a saude fazia obras para melhorar ,tudo agora para quem nao quer trabalhar e falar em vacina,governador vamos trabalhar e deixar a vacina para a saude

Sergio Meneguelli nao falava em vacina deixava para a saude fazia obras para melhorar ,tudo agora para quem nao quer trabalhar e falar em vacina,governador vamos trabalhar e deixar a vacina para a saude
Visitante
Sábado, 15 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/