Sábado, 16 Outubro 2021

Municípios da Grande Vitória iniciam vacinação de agentes de segurança com atraso

vacina_seguranca_Jansen_Lube_PMV Jansen Lube/PMV
Uma semana após a abertura oficial pelo governo do Estado do início da imunização de profissionais de Segurança Pública, os municípios de Vitória e Viana iniciaram a vacinação do efetivo. Até então, entre os municípios da Grande Vitória, apenas Vila Velha tinha começado a imunização desse grupo, na última quinta-feira (8), enquanto Cariacica imunizou agentes de trânsito no domingo (11). Na Serra, a aplicação começa nessa quarta-feira (14).

Em Vitória, 1.738 profissionais das forças de segurança, salvamento e forças armadas, que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, começaram a ser vacinados na manhã desta terça-feira (13), no auditório da Prefeitura de Vitória.

A partir dessa quarta (14) e quinta-feira (15), a imunização acontece no ginásio da Faculdade Salesiano, no Forte São João.

Na Serra, 637 profissionais de segurança serão imunizados. Os números incluem servidores da Guarda Municipal da Serra, do Corpo de Bombeiros, da Casa Militar, da Polícia Civil e da Polícia Militar.

A imunização no município acontece até a próxima sexta-feira (16), no Pró-Cidadão, em Portal de Jacaraípe.

Já no município de Viana, profissionais das forças de segurança receberam nesta terça a primeira dose de vacinas contra a Covid-19 no 11° Batalhão, em Vila Bethânia. Foram 85 policiais militares, 35 policiais rodoviários federais e 11 policiais civis.

O município de Cariacica marcou o início da vacinação para a próxima quinta-feira (15). A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) disponibilizou ao município 666 doses para PMs, civis e bombeiros. A imunização será em uma sala de vacinação no Pronto Atendimento (PA) do Trevo de Alto Lage.

Em todo o Espírito Santo, 7.398 doses foram destinadas a profissionais da segurança pública nesta primeira fase. A imunização inclui servidores das forças estaduais, federais e guardas municipais do Estado, e utiliza doses provenientes da reserva técnica da Secretaria da Saúde (Sesa).


A orientação, seguindo o plano nacional, é contemplar, primeiro, os trabalhadores que atuam na linha de frente da Covid-19, como no atendimento e transporte de pacientes; em resgates e atendimento pré-hospitalar; e em ações de vacinação e de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público, independente da categoria. As forças de segurança pública do Espírito Santo somam 16 mil profissionais.

Veja mais notícias sobre Segurança.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 16 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/