Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Sexta, 22 Janeiro 2021

Taxa de homicídios da Serra é quase o dobro da Venezuela

Nessa quarta-feira (1), o Estado atingiu a marca de mil homicídios em 2012, número que veio acompanhado de anúncio de investimentos no aparato repressivo, na tentativa de diminuir o impacto dos números. A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), no entanto, divulgou e listou os dez municípios líderes do ranking em números absolutos, o que não dá a dimensão real da taxa real de homicídios nesses municípios. 

 
Pelos cálculos da Sesp, o município da Serra registrou 213 homicídios nos primeiros 213 dias do ano, ou seja, exatamente um homicídio por dia. Este número, embora expressivo, não diz sobre a real taxa de mortes naquele município. Fazendo uma projeção da taxa de homicídios para o ano de 2012, a partir dos números da Sesp, se chega à taxa aproximada de 89 homicídios por grupo de 100 mil habitantes, que é quase o dobro da taxa da Venezuela, país mais violento da América Latina com taxa de 49 homicídios por 100 mil, segundo o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC).
 
Além de ser quase o dobro da taxa de homicídios da Venezuela, a taxa da Serra é quase quatro vezes maior que a do Brasil, que é o terceiro mais violento da América Latina, com 22,7 homicídios por 100 mil. 
 
Levando-se em consideração os números absolutos de homicídios fornecidos pela Sesp, São Mateus, no norte do Estado, ficou em sexto lugar no ranking de assassinatos. No entanto, considerando-se a taxa aproximada de homicídios, o município do norte tem projeção de 61 homicídios por 100 mil habitantes para este ano, só perdendo para a Serra, com 89 e Cariacica com 84 homicídios por 100 mil, dentre os dez primeiros municípios com maior número de homicídios registrados no Estado nos primeiros sete meses do ano.
 
Quando se calcula a taxa aproximada de homicídios por 100 mil habitantes no Estado a partir dos números da Sesp, é possível concluir que metade deles ficaria com taxas iguais ou maiores que as da Venezuela e todos eles com taxa maior que a do Brasil. 
 
Dentre os municípios da Grande Vitória, o caso de Viana causa espanto pela taxa elevada de homicídios, considerando a população aproximada de 65 mil habitantes, de acordo com o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O município, que registrou 23 homicídios nos primeiros 213 dias do ano, tem taxa aproximada de 60 homicídios por 100 mil habitantes para este ano. Embora no ranking de homicídios da Sesp o município apareça em 9º lugar, se for levada em conta a taxa aproximada, Viana sobe para o 4º lugar dentre os dez listados.

Veja mais notícias sobre Segurança.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 22 Janeiro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection