Quinta, 18 Agosto 2022

Servidores de Colatina se mobilizam contra a gestão municipal

Servidores de Colatina se mobilizam contra a gestão municipal

O Sindicato dos Servidores Públicos de Colatina e Governador Lindemberg (SISPMC) realiza, na próxima quinta-feira (2), uma Assembleia Geral para que os trabalhadores possam decidir as próximas ações de protesto contra a falta de diálogo da atual gestão do prefeito Sérgio Meneguelli (MDB).


Os servidores tentam negociar com a prefeitura desde fevereiro deste ano, sem sucesso. A pauta dos trabalhadores contém o não atendimento das reivindicações da categoria pelo prefeito e a ausência de contraproposta do reajuste salarial e do vale-alimentação.


Eles reclamam de falta de compromisso do governo municipal e também das condições de trabalho, que de acordo com o sindicato, são precárias para os trabalhadores. 


A presidente da entidade, Eliane de Fatima Inácio, destaca que o prefeito não dá nenhuma resposta em relação às reivindicações dos servidores municipais. 


“Se o prefeito não se preparou para mobilizar sua equipe de governo a apresentar uma contraproposta para a categoria, nós vamos reagir diante dessa inércia do prefeito, que não nos valoriza e não nos respeita”, disse a presidente. 


De acordo com Eliane, o relacionamento com Meneguelli no começo da gestão era bom, agora não mais, e que existe muita demora nas negociações da pauta dos servidores. Ela ainda diz que de fevereiro para hoje, ocorreu apenas uma reunião do gestor com os trabalhadores.


A presidente acredita ser impossível ter um bom relacionamento com um prefeito que não respeita os servidores, que não os valoriza, e não oferece condições boas de trabalho. 


“Teríamos um bom relacionamento se ele tivesse um bom diálogo, com propostas realmente viáveis. No início de sua gestão ele se propôs a conversar e fazer o melhor para nós, mas agora já estamos com dois anos de governo e ele não apresentou nada”, frisou Eliane. 


A partir do que for decidido na Assembleia Geral, caso o prefeito não atenda os pedidos feitos, os servidores poderão até paralisar os trabalhos no município. “Nós vamos convocar os servidores a se colocarem em um estado de greve".

Veja mais notícias sobre Sindicato.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 18 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/