Quinta, 25 Abril 2024

Trabalhadores da limpeza do pedágio da Terceira Ponte estão com salários atrasados

terceira_ponte_leonardo_sa-9 Leonardo Sá

Os trabalhadores da limpeza do pedágio da Terceira Ponte estão com salários, tíquete e cesta básica do mês de dezembro atrasados. Eles são terceirizados e prestam serviço por meio da Conservo Serviços Gerais, mesma empresa onde atuam trabalhadores do Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (Hucam), que estão com salário e 13º atrasados, e da Secretaria Estadual de Educação (Sedu), que passam pelo mesmo problema, além do tíquete alimentação e vale transporte de novembro e dezembro, e ainda os planos odontológico e de saúde.

A presidente do sindicato representativo dos trabalhadores da limpeza do Estado (Sindilimpe-ES), Evani dos Santos, afirma que notificou a Rodosol para saber como a empresa pode atuar para resolver a situação. Diz ainda que entrou em contato com o Departamento de Recursos Humanos (RH) da Conservo, para tentar solucionar o problema, mas soube que a empresa tem pendências também com os profissionais desse setor, que, por isso, não estão trabalhando. 

No caso dos trabalhadores da limpeza que prestam serviço na Sedu, o sindicato buscou como alternativa uma reunião com a Procuradoria Geral do Estado (PGE), da qual também participaram representantes da Conservo e na qual a entidade obteve como resposta que os atrasos serão pagos pelo Governo do Estado com o dinheiro que seria repassado à empresa, exceto os planos de saúde e odontológico. 

A decisão foi tomada pois, segundo a Conservo, não é possível o repasse do valor para ela por parte da Sedu, porque a empresa está com problemas na documentação, mas não foi explicado que problemas são esses. O mesmo acontece com o Hucam. Segundo Evani, no hospital o gestor do contrato se comprometeu a pagar o salário e o 13º das copeiras nesta semana, mas não disse o dia específico. 

Em vários municípios do Espírito Santo, trabalhadores terceirizados estavam com salário e tíquete atrasados. A Globo, empresa que presta serviço para as prefeituras de Cariacica, Vila Velha e Viana, na Grande Vitória; Jaguaré, no noroeste; e Anchieta, no sul, estava com o tíquete atrasado, mas resolveu o problema nessa segunda-feira (12). Nesse mesmo dia, em Anchieta, os trabalhadores que atuam nas escolas municipais e no Pronto Atendimento do município como Auxiliar de Serviços Gerais, chegaram a entrar em greve. Os salários, nessas cidades, foram depositados na última sexta-feira (9), após o sindicato notificar a empresa e as administrações municipais. 

Veja mais notícias sobre Sindicato.

 

Comentários: 3

Maxmiliano oliveira Souza em Quarta, 14 Dezembro 2022 09:38

Minha preocupação agora é com a recisão se com o ticket e salário atrasou assim. Imagino com a recisão.

Minha preocupação agora é com a recisão se com o ticket e salário atrasou assim. Imagino com a recisão.
Durval silva em Quinta, 15 Dezembro 2022 10:38

Fala o L .

Fala o L .
MARCELO FERREIRA em Sexta, 16 Dezembro 2022 07:28

culpa é da administração publica, que contrata empresas com preços muito baixo, recorrente, só buscar o histórico, todos os anos várias empresas de serviços fecham e deixa os trabalhadores a deriva.

culpa é da administração publica, que contrata empresas com preços muito baixo, recorrente, só buscar o histórico, todos os anos várias empresas de serviços fecham e deixa os trabalhadores a deriva.
Visitante
Quinta, 25 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/