Domingo, 26 Junho 2022

Leque restrito

fabio_rapha_guto_redes Redes sociais
Redes sociais

Com poucos quadros no Estado e vindo de uma disputa (2018) em que sequer superou a cláusula de barreira, a Rede Sustentabilidade está em campo para erguer seu único palanque a governo em todo o País, do ex-prefeito Audifax Barcelos. Circulando os municípios capixabas desde o ano passado, ele dará mais um passo na direção desse projeto neste sábado (30), com o lançamento oficial do palanque ao Palácio Anchieta. No mesmo dia, serão reveladas as chapas de deputado federal e estadual, como informa a própria Rede no convite para o evento. Em números, chapas completas significam 31 nomes à Assembleia Legislativa e 11 à Câmara dos Deputados. Até agora, já se sabe que Audifax escalou dois pupilos de seu reduto: seu candidato à sucessão em 2020, Fábio Duarte (foto à esquerda), que chegou a avançar para o segundo turno, e a vereadora da Serra Raphaela Moraes (foto central). Os dois concorrerão, respectivamente, para deputado estadual e federal. Também já foi anunciado no campo estadual o ex-vereador do município Guto Lorenzoni (foto à direita). Em Vitória, há ainda o também ex-vereador Roberto Martins e a ativista do Território do Bem, Crislayne Zeferina, candidatos à Assembleia e Câmara. No mais, a Rede não tem prefeitos e pouquíssimos vereadores espalhados pelo Espírito Santo - dois deles na sua base: Raphaela e Ericson Duarte. Daí, a pergunta: quem mais a legenda teria para oferecer nas disputas proporcionais, para tentar recuperar espaços e engrossar o tête-à-tête no campo majoritário? Respostas em breve!

Cadê?
E a porta-voz nacional da Rede, Laís Garcia, onde estará situada? Ela não disputou como vice-prefeita de Sérgio Sá (então PSB) em Vitória, em 2020, à toa, né? Vice, de novo?

Tem mais
Outra questão vem na esteira das enormes divergências na federação formada com o Psol, que nem estará no evento. Quais lideranças e legendas irão aparecer para prestigiar Audifax, sinalizando possíveis alianças fora da aliança? O ex-prefeito, até agora, trilha seu próprio caminho, sem parecer se importar com mais nada.

Soma?
Uma sinalização partidária já manifestada por Audifax publicamente é o Solidariedade, que no Estado, também não tem quadros. A conferir!

Duas cadeiras
Na matemática da Rede, que circula nos bastidores, a meta seria fazer dois deputados estaduais e um federal. Isso pelo partido, sem contar com os nomes da federação. Ousada, eu diria.

Duas cadeiras II
Na Assembleia, as cotações são, sim, para Fábio Duarte, mas principalmente para a vereadora de Vitória Camila Valadão (Psol), segunda mais votada à Câmara no último pleito municipal.

Vazios
Já na Câmara, por onde passa a cláusula de barreira, volta a pergunta, desta vez incluindo o Psol: quem a federação terá para esta disputa acirrada? Raphaela Moraes (Rede), quem aparece até agora com mandato, é vereadora pela primeira vez e obteve 1,6 mil votos em 2020, ficando na 21ª posição de 23 cadeiras ao todo no legislativo da Serra. Já o Psol...

Vazios II
...surgiu com alguns nomes, mas ainda pouco conhecidos. Na lista tem a professora Rafaella Machadoque foi ameaçada pelo vereador bolsonarista Gilvan da Federal (Patri), de Vitória, e o processou. O caso teve repercussão na mídia. O partido também quer Gilbertinho Campos como candidato ao Senado, o que é outro nó dessa aliança fora de sintonia no Estado.

Apoio declarado
Enquanto o governador Renato Casagrande (PSB) corre de Lula, sua vice, Jaqueline Moraes (PSB), publicou foto em suas redes sociais ao lado do ex-presidente, com elogios aos períodos dele de governo. O encontrou ocorreu no congresso nacional do PSB, em Brasília, onde estão, até este sábado (30), lideranças capixabas, como o próprio Casagrande.

Estratégias
O senador Fabiano Contarato também registrou mais uma conversa com o ex-presidente nas redes sociais, realizada esta semana. "Diálogo para transformar o Espírito Santo e o Brasil", afirmou, com fotos ao lado de outras lideranças nacionais do partido. O encontro e abraços ocorrem num momento em que o PT do Estado coloca gás na candidatura ao governo de Contarato e se acentua, cada vez mais, a distância ao projeto local do PSB.

Nas redes
"Os problemas relacionados à ocupação e à distribuição da terra no Espírito Santo são antigos e envolvem pessoas e empresas muito poderosas, mas precisam ter solução urgente. No estado, há mais de 800 famílias acampadas, principalmente em áreas de monocultivo de eucalipto". Iriny Lopes, deputada estadual pelo PT, sobre a Jornada Nacional em Defesa da Reforma Agrária realizada pelo MST.

FALE COM A COLUNA:

Veja mais notícias sobre Socioeconômicas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/